TTA No Ar #02

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

TTA No Ar #02

Mensagem por Alexandre em Dom Nov 13, 2016 10:56 pm

Boooa noite, pessoal da The Triforce Alliance e também você que está stalkeando o fórum e lendo como anônimo! Ou boa tarde, bom dia dependendo do horário que você está lendo isso!

10 dias depois da primeira exibição, que pra minha surpresa foi só elogios por parte dos comentários, estamos começando mais uma edição do TTA No Ar. No episódio de hoje teremos a Polêmica do Dia que vai falar sobre o desastre que foi o lançamento do Call of Duty: Infinite Warfare. Parece que a recepção do game foi terrível, as vendas foram piores ainda e tivemos até mesmo caso de reembolso. Você vai saber tudo.

E tem a estreia de um novo quadro, o Por Onde Anda? que vai mostrar o que aconteceu com aquelas empresas ou séries de games que você não ouve mais falar ou até mesmo esqueceu. Nesse programa vamos contar sobre a Kemco que foi responsável pela maravilhosa trilogia Top Gear no Super Nintendo. O que aconteceu com a empresa?

Vocês estão prontos? Porque o programa vai começar!




POLÊMICA DA SEMANA







Não é segredo pra nenhum gamer que a série Call of Duty é com certeza uma das mais exploradas de todo o universo dos jogos. Desde o primeiro jogo lançado em 2003 já foram lançados 14 jogos da franquia, o que é praticamente um por ano.

A verdade é que a série só foi explodir mesmo com o Call of Duty: Modern Warfare lançado em 2007. E de lá pra cá a série começou a dividir opiniões. Muita gente ainda compra, ainda joga e gosta, enquanto outros juram de pés juntos que nunca mais vão dar um centavo sequer para a Activision, alegando que a franquia começou a usar a fórmula "mais do mesmo" ou dependendo do caso, fugir muito da proposta original, como é o caso do Infinite Warfare que chegou a ser comparado com Halo por alguns.

Mas de onde veio todo esse ódio? Bem, na verdade começou lá no anúncio do game no ano passado. O trailer de divulgação foi extremamente massacrado no Youtube.



Agora, é claro que a Activision devia estar se ferrando pra isso, porque desde o Modern Warfare 3 lá em 2009 a série já começou a colecionar seus "haters". Mas mesmo assim, a cada jogo lançado era um novo recorde de vendas, e é claro, do ponto de vista da empresa, tava maravilhoso. Ora, o pessoal tá xingando meu jogo, mas tá comprando. A grana tá entrando, não tá?

Mas será que Infinite Warfare teve a mesma sorte? Isso ia durar pra sempre? Parece que não.

O lançamento do game na Europa já começou com o pé esquerdo. No Reino Unido, uma potência importante para a indústria gamer, Infinite Warfare vendeu em seu lançamento apenas metade do que o seu antecessor, Black Ops III havia vendido.


Mas tudo bem, o game vendeu menos mas ainda assim muita gente vai comprar e não tivemos outros problemas, certo? O jogo recebeu reviews em sua maioria positivos por parte da crítica, e não teve nenhum obstáculo no lançamento. Tudo correu perfeitamente bem, certo? Errado!

Acontece que quem comprou o game usando a Windows Store está tendo a oportunidade de conseguir um reembolso pelo fato de que eles não estão conseguindo jogar online com usuários que compraram o game na Steam.

Você deve estar pensando: Mas a Windows Store é um lixo mesmo, não tem nada a ver com a Activision ou o Call of Duty. Não, engano seu. Dessa vez a culpa foi do próprio game. De acordo com a Windows Club, "A Activision não permitiu que os jogadores que compraram os novos games da franquia Call Of Duty jogassem com o público da Steam. Isso, segundo o Motherboard, fez com que os compradores da Windows Store não encontrassem outros jogares, e por isso pediram o reembolso. Outro agravante é a falta de popularidade do Call Of Duty: Infinite Warfare."

Em outras palavras, parece que desse vez a Activision realmente enfiou o pé na jaca. Ainda não sabemos ao certo como serão as vendas do game daqui pra frente, mas vai ser interessante ver o que a empresa vai fazer em relação à isso. Será que vão continuar ignorando tudo e anunciar um novo game em 2017? Ou o impacto das vendas vai finalmente fazê-la abrir os olhos para o que realmente está acontecendo?

Vamos ficar de olho!




POR ONDE ANDA?









Qualquer fã de jogos de corrida e de Super Nintendo deve ter sentido nem que for um pingo de Nostalgia ao ver o vídeo acima. Afinal, Top Gear foi um jogo muito popular no console, e acabou expandindo uma excelente trilogia composta pelos jogos Top Gear, Top Gear 2 e Top Gear 3000. E para aqueles que vão mais longe, teve também o Top Gear Rally para Nintendo 64.

Mas então, com tantos jogos excelentes, você talvez não parou pra pensar numa coisa: Cadê a Kemco? A Empresa cojo título aparecia logo no início de cada Top Gear? Eles sumiram? Faliram? O que aconteceu?

Vamos entender o que houve com a Kemco. Primeiro, um pouquinho da história deles.


A Kemco publicou o seu primeiro jogo em 1985. Sim, mais de 30 anos atrás. Tratava-se do Dough Boy para o NES. Antes de explodir com Top Gear, eles fizeram muitos jogos para o primeiro console da Nintendo, e alguns se destacaram como o Adventure Deja Vu e o popular Shadowgate. Além de muitos outros títulos como dois jogos de plataforma estrelando o Pernalonga.

Claro que foi em 1992 com o Top Racer, conhecido por aqui como Top Gear que a Kemco viu o seu nome sendo associado à um dos melhores jogos de corrida do SNES. E também suas duas sequências, Top Gear 2 em 1993 e Top Gear 3000 em 1995. Claro que ela não fez só Top Gear para SNES, tivemos também títulos como The Blues Brothers, First Samurai e o jogo de nave Phalanx. O problema é que parecia que Top Gear era o carro chefe da empresa, já que dificilmente um outro jogo publicado pela Kemco ganhou muita popularidade.


Na quinta geração, Top Gear Rally, Top Gear Overdrive, Top Gear Hyper-Bike e Top Gear Rally 2 continuavam a série, que parecia estar demonstrando sinais de cansaço. Naquela geração, infelizmente não teve muita coisa que deu destaque pra Kemco. Em relação aos consoles de mesa, tivemos Batman Beyond: Return of the Joker que foi massacrado pela crítica e pelo público, o shooter Knife Edger: Nose Gunner para Nintendo 64 e uma incrível quantia de jogos não muito relevantes para Game Boy Color e Game Boy Advance, incluindo um port do Phalanx de SNES.

A sexta geração chegou e a Kemco já parecia estar desistindo das coisas. Em 2003 foi lançado Rogue Ops, um título de ação até decente, com notas razoáveis, mas não parecia ser aquele jogo que ia trazer a empresa de volta nos holofotes. Para piorar a situação, em 2005 foi lançado o Top Gear RPM Tunning que conseguiu matar a franquia que foi tão popular no SNES, sendo considerado... Bem, um jogo horrível.

2005 também foi o ano em que a Kemco descobriu a indústria mobile. E é aqui que está a resposta da pergunta "Por onde anda a Kemco". Sim, eles estão focados em Mobile e Android.

A partir de 2005, a Kemco praticamente esqueceu que consoles de mesa existem, e passou a focar nesse mercado. Vários jogos foram lançados para mobile e Android todos os anos, e provavelmente você nunca ouviu falar de nenhum deles. Mas a empresa está aí, e com um novo logo:



Inclusive, a empresa parece estar mais focada no mercado japonês. Quase todos os títulos lançados para mobile/android não tiveram versão americana. A propósito, em 2007 eles tentaram de novo lançando o Top Gear: Downforce para Nintendo DS. Deu certo? Não, o jogo passou batido por todo mundo. E a Kemco outra vez percebia que a resposta para a sua continuidade estava no mercado Android e no Japão.

Aliás, em 2009 houve uma promoção na Tokyo Game Show com a presença da Kemco como você pode observar na foto abaixo.


Só que eu sei que a maioria, senão quase todos os leitores da TTA são homens, e quase ninguém viu o logo da Kemco lá atrás.

Claro que eles ainda tinham que de alguma forma apelar para o mercado americano. Então, passaram a focar em lançar uma série de RPGs e lançá-los também nos Estados Unidos para Android. E eles vem fazendo isso desde 2011 com RPG Aeon Avenger  e RPG Eve of the Genesis HD.


E é assim que se encontra a Kemco nos dias de hoje... Criando jogos para o mercado mobile japonês, RPGs que são lançados para a América, que devem ter um público fidelizado, ou eles não continuariam até hoje, e inclusive com planos para jogos que ainda serão lançados.

Vez ou outra eles ainda lançam algum título para consoles portáteis, sendo os mesmos publicados por outras companhias. Por exemplo o RPG End of Serenity para PSP lançado no Japão pela Kemco em 2013 e publicado na América pela Natsume em 2014.

Pois é, essa é a história da Kemco, amigos!




Espero que tenham gostado do programa de hoje! Até a próxima!!

__________________________________________________
3DS Friend Code: 1521-7908-4016

avatar
Alexandre
Rank 128 - Kirby's Return to Dreamland
Rank 128 - Kirby's Return to Dreamland

Mensagens : 7047
Data de inscrição : 04/05/2010
Idade : 25
Localização : Cordeiropolis, SP

Ver perfil do usuário http://smash-club.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TTA No Ar #02

Mensagem por Willi em Qua Nov 16, 2016 11:45 am

Muito bom Ale, continue com esse negócio de marcas sumidas, vai ser interessante saber o que aconteceu com elas. E que engraçado, eu não quero ser preconceituoso, mas como as "coisas de celular" tem um ar menos sério, né? Até o logo da "Kemco dos mobile" é ridículo comparado ao logo imponente da Kemco dos tempos de ouro.

Sobre o COD, pra mim é irrelevante desde Modern Warfare 2. Espero que Infinite tenha sido o estopim para que a Activision pare com essa falcatrua, fique uns anos sem lançar nada e depois mande um novo COD na pega que o Battlefield 1 está agora.

Willi
Rank 128 - Kirby's Return to Dreamland
Rank 128 - Kirby's Return to Dreamland

Mensagens : 7008
Data de inscrição : 05/05/2010
Idade : 20
Localização : Maravilha, SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TTA No Ar #02

Mensagem por infernosword em Sab Nov 26, 2016 7:13 pm

Muito legal esse episódio! Não tava sabendo dessa folia com o CoD. Os caras são foda...
avatar
infernosword
Rank 110 - Street Fighter IV
Rank 110 - Street Fighter IV

Mensagens : 6135
Data de inscrição : 05/05/2010
Idade : 26
Localização : flying not yet quite the notion

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TTA No Ar #02

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum