TTA No Ar #01

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

TTA No Ar #01

Mensagem por Alexandre em Qua Nov 02, 2016 11:57 pm

A Globo estreou o Zero1 comandado por Tiago Leifert nas madrugadas de sábado. São 15 minutos pra falar sobre games. Ora, eu posso fazer um melhor. Se tiverem interesse, a gente continua com outras matérias e talvez comentários de algum convidado especial para a bancada.

No programa de estreia temos um Polêmica da Semana sobre o No Man's Sky. Afinal, a gente foi mesmo enganado, ou ninguém entendeu a proposta do game? E no Documento da Semana tem uma entrevista com o Left4Joker, um dos Global Mods do site Mugen Archive que falou muita coisa legal, foi super educado, enfim gostando ou não de Mugen, não dá pra perder porque foi muito legal!

E tem também o Vídeos Inacreditáveis que vai mostrar coisas bizarras que só acontecem no mundo dos games. Então vamos começar o programa de hoje!




POLÊMICA DO DIA




Que coisa linda... Um jogo infinito onde eu vou poder explorar milhões de planetas... Eu vou passar a minha vida inteira conhecendo novas espécies de plantas, animais, planetas... 

Está na hora!! Eu mal posso esperar para encontrar tudo aquilo que eu posso sonhar nesse universo, e... Mas que @!$@! é essa?!




Não, calma aí, não foi isso que eu vi na E3! Na E3 tava parecendo o próprio Jurassic Park ganhando vida na frente dos meus olhos. Espera, eu vou tentar ir para outro planeta e...

...

O jogo travou!! P@$!@ o jogo travou na minha cara!! Ah não, tem coisa errada aí! Eu vou investigar!


Na E3 de 2015 foi apresentado ao público o trailer magnífico do No Man's Sky. O nome por trás do jogo é Sean Murray, esse cara aqui em baixo:


Foi criada toda uma expectativa em cima do jogo. Sean Murray ia cada vez mais colocando hype em cima do projeto. No entanto, o lançamento foi um desastre tanto no Playstation 4 quanto no PC... Bem, no PC foi pior ainda porque uma esmagadora quantia de gente pediu reembolso porque simplesmente não conseguia jogar!

A lista de coisas faltando no game é enorme, e só pra dar um exemplo, o cara disse que seria "quase impossível" que dois jogadores se encontrassem, mas para a surpresa (ou melhor, azar), logo nos primeiros dias foi gravado um vídeo de dois jogadores se encontrando exatamente no mesmo ponto... E um não via o outro. Isso já mata uma das principais promessas do game, que era ser um MMO que se passava em um universo infinito.

Outras reclamações vinham dos mais variados assuntos como o fato do jogo travar o PS4, planetas e criaturas repetitivas, praticamente nada para se fazer a não ser destruir o cenário e coletar itens inúteis... Enfim, o jogo fracassou mesmo. Mas de quem foi a culpa?

O que o próprio Sean Murray tem a dizer sobre tudo isso. Vamos descobrir.

-------

No último dia 20 de Agosto, o site Express publicou uma matéria com uma entrevista envolvendo o próprio nome por trás do jogo (Isso depois do terrível lançamento).

De acordo com Sean Murray, o game vai receber updates enormes para adicionar conteúdo sobre outras coisas. Ele também disse na época que estava muito ocupado trabalhando em correções para o game (Ele poderia ter evitado essa preocupação, né?)

Ainda falando sobre a decepção do Multiplayer, Murray disse que isso será adicionado também com novos updates. Gente, isso devia ter vindo no lançamento, sejamos francos aqui.

Pra terminar ele adicionou a seguinte frase: "Através de updates e outras coisas no futuro, nos faremos o game sobre outras coisas, mas inicialmente, ao ser lançado, isso é tudo."


Então é isso, galera. O conselho do TTA No Ar: Não pegue o jogo agora. Espere pra ver se ele vai cumprir as promessas e realmente expandir o game. Caso contrário... Só compre se quiser mesmo.





DOCUMENTO DA SEMANA




O Ano era 1999 e o que tava chegando pra mudar o mundo dos jogos de luta 2D se chamava MUGEN! Mas o que era esse MUGEN?

Basicamente, o que você recebia era um jogo de luta 2D com apenas um personagem chamado Kung Fu Man e dois cenários. Mas e o resto? Ha, o resto você mesmo criava ou baixava na internet. Isso mesmo! O Mugen veio para se tornar uma febre na internet.

Dezenas de criadores já se aventuraram fazendo personagens, cenários, screenpacks e até músicas para você montar seu próprio jogo de luta. E você pode não acreditar, mas hoje, 17 anos depois, ainda existem inúmeros sites que distribuem personagens e cenários para você montar seu game. E tem também aqueles que se aventuram para lançar jogos completos como Naruto: The Way of the Ninja e The King of Fighters 2003: Black World.

Para saber mais sobre o Mugen, eu fui atrás de entrevistar o Left4Joker, um dos moderadores globais do site The Mugen Archive. E eu me surpreendi com o quão legal é o cara. Acompanhe:



ALEXANDRE: Enfim, eu queria saber se podia te chamar simplesmente de "Joker" pra ficar mais fácil. E acho que eu devia começar perguntando como você conheceu o Mugen, e de onde surgiu o interesse em participar de uma comunidade como essa?


LEFT: Primeiramente, desculpa a resposta comprida mas eu tenho muita história pra contar kkk

Na verdade eu prefiro que chame de "Left", é como fiquei conhecido na comunidade. O Joker veio depois. Eu conheço o Mugen desde os primórdios, quando ainda funcionava pelo DOS. Se bem me lembro, era por volta de 2001, 2002. É um pouco de tempo demais para lembrar como comecei, estou com 26 anos hoje, tinha uns 12 na época. 

A internet até então ainda era discada, e eu lembro de ir ao escritório da minha mãe nos finais de semana para baixar chars e stages. Em disquete ainda. Sim, eu tinha MUITOS disquetes hehe. Me recordo também que, por conta da velocidade de conexão, era costume também que os makers lançassem os arquivos .snd em separado. 

Várias vezes eu saí de cena mas sempre acabo voltando. Meu nick atual veio de um tempo em que fui membro da Pão de Mugen, não recordo-me o ano. Fui newsposter por 2 anos lá. Criei um método de organização das news que acabou sendo muito usado depois e copiado por alguns outros sites. Eu também fazia edits de imagens em estilo SNK e CVS. Eu não era muito bom... mas era convencido, se você falasse que eu não era muito bom na época, aquele garoto de 15 anos provavelmente teria te xingado muito hehe. 

Foi lá, inclusive, que começou a história do nick "Left4Joker". Certa vez um colega fez um edit do Hamtaro (aquele anime que passava na TV Globinho) e eu falei que se ele fizesse uma versão zumbi eu colocaria de avatar e mudava meu nick para Left4Hamsters hehe. A brincadeira aconteceu, e fui então mudando periodicamente a segunda parte do nick. Left4algumacoisa. Um dia botei joker, gostei, e ficou. Eu era carinhosamente chamado de "Tio Left" às vezes haha.  Por volta de 2007-2008 resolvi que era o fim de tudo aquilo. 

E sim, toda essa história pra responder o que me fez querer participar dessa comunidade (Mugen Archive). Uns 2 anos atrás eu resolvi ver como estava a situação do Mugen. Eu sempre gostei muito do estilo do Phantom.Of.The.Server (fui inclusive amigo dele por um bom tempo), e me surpreendi como havia novos personagens seguindo aquele padrão. Resolvi que era hora de voltar pra montar um Mugen CVS/POTS (ainda em andamento). Numa dessas minhas buscas encontrei um mega arquivo, que era uma fração do Mugen Museum, e decidi que precisava dividir com a comunidade - pra quem não conhece, Mugen Museum era um serviço que servia por e-mail, eles tinham tudo de tudo que já havia sido lançado por Mugen, você mandava o nome do arquivo com author, e eles enviavam pra você. 

Era cerca de 4 mil arquivos. Encontrei a Mugen Archive e comecei a subir eles. Como eu participava subindo 30-40 arquivos por dia, e seguia bem as regras, os admins resolveram me promover pra Support Staff. Pouco tempo depois, como eu mostrei interesse em arrumar arquivos de outros membros, e reportava muitos como "repetidos", ganhei o título de Global Mod. Foi bem rápido, menos de 1 ano.



ALEXANDRE: Tudo bem, então vou te chamar de "Left", como você pediu, hehe.

Cara, eu notei muita semelhança comigo, porque quando eu conheci o Mugen , eu nem tinha PC ainda, era em 2006 na casa de um amigo. E era aquele Mugen que abria numa janela 640x480 e tinha os tradicionais personagens do Capcom vs. SNK com um ou dois cenários diferentes só. Nem screenpack tinha, era aquele fundo azul do Mugen , sabe? Daí em 2007 quando eu consegui meu PC com a boa e velha internet discada eu comecei a baixar personagens e tentar montar meu próprio jogo de luta só com personagens que eu queria.

Mas o que fez eu me impressionar mesmo com o Mugen foi quando eu conheci um game chamado "Naruto: The Way of the Ninja" que eu consegui numa daquelas revistas de jogos que vinham com CDs. Eu demorei muito, mas muito pra entender que aquilo era um Mugen porque parecia tão bem feito que o meu colega e eu tratávamos como jogo oficial mesmo. Lembrando que eu ainda era leigo no assunto Mugen, então pode ser que nos dias de hoje eu reconheceria bem mais rápido.

Enfim, a gente sabe que o Mugen surgiu em 1999, e nós estamos agora quase entrando em 2017. Ou seja, são quase duas décadas de existência. Tendo conhecido ele em 2001 ou 2002, bem antes do meu primeiro contato em 2006, e eu acredito que você teve bem mais experiência com essa ferramenta do que eu, o que você acha que mudou em todos esses anos envolvendo a comunidade e o próprio Mugen em si? Há mais interesse hoje do que tinha antes?

Uma coisa que eu sei é que hoje temos personagens de jogos atuais, como Undertale, sendo adaptados. Temos cenários em HD, e até personagens que usam gráficos 3D. Você acha que o Mugen continua evoluindo e isso ajuda a manter a comunidade ativa?


LEFT: A comunidade hoje é mais.. como vou dizer.. "de boas". Haha. Antigamente usar o código de algum outro maker era motivo pra crucificação. Eu lembro quando saiu a primeira versão do Ravenous do Ex-Inferis, que era baseado no Freeman (Garou) de um outro maker. Nossa, ele ficou muito mal falado. Demorou muito tempo pro pessoal aceitar ele novamente. Hoje é só vasculhar os arquivos da mugen archive pra perceber que tem alguns gazilhões de edits nesse estilo. 

Acho que todo mundo gosta de criar, e é por isso que o Mugen se mantém firme. É uma das ferramentas mais acessíveis em termos de programação. Nós tivemos, claro, um "boom" no início, mas o que sobrou da calmaria que seguiu essa explosão inicial, acredito, se manterá. Muitos inclusive acabam voltando, como eu. 

Tem uma metáfora muito legal que eu gosto de usar nessas situações, que é a comparação com uma mola. Se você esticar ela muito (o 'boom'), o momento em que aquilo se tornar insustentável, soltando a mola, ela ficará por alguns momentos bem pequena, comprimida(a diminuição brusca), e com o tempo tenderá a atingir uma estabilidade. É essa estabilidade que vivemos hoje na comunidade. Pra citar outro exemplo, estamos vivendo o mesmo com o Pokémon GO agora. Tivemos a febre, uma queda consistente em seguida, e logo isso atingirá uma estabilidade de usuários.

Outro motivo, bem evidente, é porque não apareceu absolutamente nenhuma outra engine melhor até então.



ALEXANDRE: Eu fiz essa última pergunta porque, eu tinha parado de mexer com Mugen por volta de 2012 ou 2013 e voltei nesse ano. Foi quando eu conheci o Mugen Archive e percebi o quão ativa é essa comunidade. Numa das minhas visitas no dia 18 de Julho, eu upei uma personagem original que eu gosto bastante chamada 2nd Yun Kanzaki, confesso que mais pra subir de rank mesmo e desbloquear mais downloads. E agora quando eu fui ver, ela já tem 90 downloads e 3 positivos. Isso é muita coisa pra uma personagem original que eu encontrei por aí e resolvi upar pra subir de rank no site.

Eu percebo que o pessoal tem essa curiosidade de conhecer novos personagens, sejam eles apenas adaptações de jogos da Capcom ou da SNK ou criações iniciadas a partir do zero. E eu me surpreendi em ver que tanta gente ainda usa essa ferramenta, e a julgar pelo tráfego de personagens, cenários e outras edições que surgem a cada dia aqui no Mugen Archive, eu não acho que vá parar tão cedo.

Uma pergunta um pouquinho mais pessoal: Às vezes eu estou procurando um personagem, e descubro que ele está offline. Daí eu encontro um fórum qualquer e vejo alguém pedindo por esse personagem. No entanto, ao invés de colocá-lo para download, o usuário em questão manda o personagem por Mensagem Privada porque o próprio autor removeu de seu site. Por que você acha que isso acontece? Existem casos onde o autor cria um personagem, e depois não quer que ninguém mais o baixe? Você já viu algum caso assim?


LEFT: Ao meu ver é simplesmente uma chaga daquele período que citei, quando publicar algo de algum criador sem autorização era praticamente uma abominação. 

Confesso que nunca entendi à nível psicológico porque existe essa mania de manter as coisas privadas. Não faz sentido. Mas enfim, não me importo com aqueles que mantém arquivos privados, assim como não me importo com aqueles que vazam os mesmos. Acredito que todos são livres pra fazer o que quiserem.



ALEXANDRE: É, eu também nunca entendi muito bem esse lance de "Private Character", mas concordo com você, o autor tem o direito de fazer o que quiser com sua obra. Porém, acho que fica chato pro pessoal que gostaria de colocar tal personagem em seu Mugen.

Sendo um brasileiro Global Mod em um site tão grande quanto o Mugen Archive, você poderia nos contar um pouco como é a participação do pessoal do Brasil no Mugen? Conhece muitos autores brasileiros, sejam eles ativos ou já inativos?

Se eu não me engano eu cheguei a ver sites brasileiros com autores brasileiros, mas já faz tanto tempo que não sei se ainda estão no ar.


LEFT: Tem algum pessoal ativo sim, mas a maior parte desbandou. O Ilusionista, acredito, é o mais famoso. Tive alguns desentendimentos com ele no passado, e desde então não nos falamos. O Gui, lá na guild, costuma fazer umas conversões de screenpacks de winmugen pra 1.0 e 1.1 - preciso inclusive fazer backup dos trabalhos dele, estão na minha lista. Ainda lá, temos um excelente editor que é o Metal Warrior. Ele trabalha inclusive por comissão, acho que está editando agora uma Morrigan e um Megaman SNK, tem o Ryou Win, que sempre está envolvido com personagens de Robocop. Não tenho certeza, mas acho que o Hloader é brasileiro também... mas não posso confirmar isso, posso estar enganado. 

O restante dos ativos desconheço. Aqui na Mugen Archive deve ter pelo menos uma dezena de uploaders brasileiros bem ativos. O fato é que como a comunicação normalmente se dá em inglês deve ter muito mais gente que é BR que eu nem sei. 

Sinto é falta de um pessoal. O Evil Orochi não sei se está ativo ainda, mas fazia uns chars muito bons. O Spiderboy também faz falta, os screenpacks dele eram excelentes. Survivor também. O Spiderboy, usei o screenpack de KOF dele por muuuito tempo. A maior parte dos sites brasileiros está com poucas atualizações ou abandonado. Triste isso. 

Fato é que quando voltei dois anos atrás vim direto pra archive, não cheguei a verificar como estava a situação nos forums brasileiros, então acho que estou até meio por fora de como está indo a cena brasileira ^_^'. O povo costumava se reunir muito na MgBr, mas recentemente o site fechou, sem avisos.



ALEXANDRE: Tem vezes que eu já descobri que um criador é brasileiro quando baixo o personagem e ele vem com um "Readme" em português. Lembro de ter consigo um Iron Man que veio com arquivos quase todos em português, isso nos meus primeiros dias de Mugen.

Agora, falando um pouco mais de você como Jogador de Mugen, o que mais te agrada com relação aos personagens? Você gosta quando alguém faz algo bem fiel ao seu material original, ou quando saem aquelas edições loucas tipo as do Kaz? (Pra quem não sabe, o Kaz pega personagens da Capcom e transforma em máquinas de matar).

Eu por exemplo gostei muito de um Bonus Stage que imita perfeitamente a Sky Chase do Sonic 2. E tem também um outro baseado em Streets of Rage que praticamente fez o Mugen virar um jogo de Beat'em up. E minhas personagens originais favoritas são Inverno e Yun Kanzaki.

Fale um pouco do que mais te agradou em matéria de criação dos fãs.


LEFT: Eu gosto de personagens balanceados, no geral. Monto meus Mugens como se fossem fullgames, então não há muito espaço pra esse tipo de porralocagem kkk. Tenho um para personagens KOF, outro para SF, outro para CVS, outro para MVC, e assim por diante. Não misturo. Como comentei no inicio da entrevista, adoro o estilo do Phantom.of.The.Server (POTS), e se dependesse de mim, todos os personagens do mundo ganhariam uma versão POTS kkkkkkk, é sério, gosto muito do estilo mesmo. Quantos outros makers você conhece que iniciaram um estilo completamente diferente e que foram seguidos por toda a comunidade? De longe meu criador e estilo favorito. 

Acompanho de perto também o trabalho do Chuchoryu. Eu sei que em nível de programação ele não é o cara mais sensacional do mundo, mas convenhamos que ele trouxe uns personagens que nem em sonho teríamos no Mugen. Vários de Tekken como Ogre, Jin, Heihachi, o Oni do SF4, etc. Eu sei que ele está trabalhando numa Zelda CVS e num Garuda (sim, do SF EX), além de um Ryu e um Bison, ambos com o visual do SF5. A cada release ele melhora um pouco, sendo que os últimos foram bem promissores. Ano que vem promete. 

Já sobre stages, é outra conversa, esses eu misturo. Meus Mugens costumam ter uns 500 stages pra cima. Gosto de velharia, World Heroes, Art of Fighting, Fight Fever, também gosto muito de stages de jogos mais desconhecidos, e nesse sentido meu maker favorito de stages acaba sendo o Cenobite 53. Poderia citar o EXShadow também , mas ele é muito modinha (lol). Um que anda me chamando a atenção pela evolução estupidamente acelerada é o Oldgamer, que já foi membro aqui da Archive, hoje mesmo ele lançou um stage demais chamado Mid-Air Fight, vale a pena conferir o trabalho dele. 

De chars originais a única coisa que realmente curti, que ficou na memória, foi a Femina Blakey, do Anarquia. Simplesmente fantástico. Acompanhei todo o desenvolvimento dela nas antigas.  É o que me vem na mente agora... com certeza lembrarei de mais no fim da entrevista. É sempre assim né? Depois que acaba que lembramos de tudo que queríamos falar kk

Confesso que achei que ias perguntar alguma coisa de games no geral. É que eu coleciono, tenho uma pá de aparelhos aqui em casa kkk



ALEXANDRE: Aaaah, mas não seja por isso. A gente abre uma pergunta extra aqui!

Left, já que você tem uma pá de aparelhos na sua casa, fale um pouco sobre os seus hábitos de games. Que tipo de jogos você mais gosta? Tem algum vídeo-game ou jogo em especial que te marcou mais? No meu caso eu tive um Super Nintendo que fez eu me tornar o fã de games que eu sou hoje.


LEFT: Ó que bom que perguntou kkk. Essa é daquelas respostas compridas novamente.

Meu primeiro videogame foi um Dynavision, eu tinha 4 anos. Depois disso tive um Mega, um Snes, um Play, um Dreamcast (que me arrependi eternamente de ter vendido), passei um tempo nos emuladores, e alguns anos atrás comprei o Xbox 360. De lá pra cá resolvi comprar tudo de volta hahah, dessa lista só falta o Snes. Acabei adquirindo um PS2 também, um Wii, um PSP, e estou de olho pra comprar um Gameboy agora. Imagina jogar Pokémon Red no aparelho original? Sonho de infância hehe. Também jogo algumas coisas casuais no iPhone.
 
Antes que alguém saia me taxando de milionário, todos meus aparelhos tem algum tipo de alteração pra rodar games pelo HD, memória ou pendrive ok? Não dá pra ficar comprando jogo aqui no Brasil, muito caro kkk e o iPhone eu ganhei de presente hehe.

Dos meus hábitos, hoje com a vida corrida estou mais no iPhone mesmo, tem umas pérolas muito boas. Tenho um de Gundam (meu anime favorito), Star Wars Heroes que é ótimo, Pixel Gun 3D, Sonic CD, etc. Fora dos smartphones, meus hábitos são mais voltados pra J-RPG e FPS. Sou fã de carteirinha de Final Fantasy, joguei praticamente todos. Não sou o maior fã de jogos multiplayer, então rpg online fica de fora dos meus gostos. O importante pra mim é a história no fim das contas. Mesmo em games de luta, eu sempre vou atrás da história. Acredito que nesse sentido Soulcalibur seja a mais rica. Ai você me diz "pow mas tu falou em FPS", sim.. as campanhas, com uma bela exceção para Unreal Tournament, aquele jogo é demais. 

É difícil dizer essa de game que mais marcou, pode ser uma lista? Eu não vou citar games de luta porque é bem óbvio que eu adoro kkk. Bom, amo a série Megaman X, Chrono Trigger, fechei Final Fantasy 8 inúmeras vezes, cheguei a chorar jogando Mass Effect - gastei 300 horas, fiz questão de jogar três vezes os três games da franquia - Super Mario World pois eu jogava com meu primo, Twisted Metal, Crazi Taxi, toda a série 'Tales of', fui fã fanático de Assassins Creed também, embora eu gostasse mais quando a trama das memórias servia de suporte para o presente. Decaiu muito depois da ... morte.. de um certo personagem.. no final de um certo título da série (evitando spoiler). Ah e toda vez que ligo meu Wii acabo jogando House of The Dead, muito divertido com o Wiimote. 

Pasme, detesto GTA e Skyrim. Por favor não me bate kkk. Acho a história relativamente fraca se comparado com um Final Fantasy por exemplo. É muita coisa pra falar assim, poderia passar a madrugada toda escrevendo aqui e não acabaria.



ALEXANDRE: Opa, então bate aqui porque eu também acho Skyrim um saco. Até gosto de explorar o mundo do game, mas a história fica devendo e muito pra qualquer outro RPG como Final Fantasy, Breath of Fire, Chrono Trigger, Xenoblade, etc.

Agora voltando ao Mugen, e pra fechar a entrevista...

Left: Vendo todos os grandes sites que ainda falam sobre Mugen além do Mugen Archive, como por exemplo o Mugen Free for All e o Mugen Guild (Eu acho que dos que eu acompanhava só o Mugen Infantry morreu, não tenho certeza), eu te deixo a seguinte pergunta:

Você acha que o Mugen ainda tem força pra seguir em frente pelos próximos anos? Desde 1999 até hoje, quase duas décadas se passaram e ainda tem o pessoal que cria, distribui, ou apenas se diverte criando seus próprios jogos de luta 2D. Na sua opinião, o Mugen ainda tem muita lenha pra queimar? Ainda vamos ouvir falar em Mugen por muito tempo?


LEFT: Então, como eu citei antes, vivemos um momento de estabilidade, então sim, deve continuar firme e forte, a comunidade não vai simplesmente se extinguir. Temos muito conteúdo disponível hoje, é muito chamativo. Os screenpacks já vem patcheados também, algo que era incomum no início. Está tudo muito fácil. O que pode, de repente, é dar um novo "boom" em algum momento. Será imprevisível, com certeza. O lançamento do Mugen 1.1 pela Elecbyte teve quase esse efeito, deu um novo gás. 

O que vejo pro futuro é novas modificações saindo. O ADD004 é o maior exemplo disso? É uma ferramenta que adiciona inclusive lutas 3vs3, 4vs4, tag para todos os personagens, pontuação... tem também o mod de Super Smash Bros... o IKEMEN que permite partidas on-line.

No fim das contas, o gênero de luta 2D ainda é amado demais por seus fãs. Essa é a maior garantia. E alguém poderia perguntar "Mas e a próxima geração que vai crescer com KOF, SF, MvsC e MK em 3D?" Dessa eu não sei. O que eu sei é que logo vamos ter um bando de velho de bengala ainda mexendo com Mugen hehe, e eu serei um deles. (Pow mais 4 anos eu faço 30, pensa só). O Mugen pode até acabar um dia, mas não estaremos mais vivos pra ver esse momento, pode ter certeza.


ALEXANDRE: Left, muito obrigado pela entrevista! Eu gostei muito, e me surpreendi positivamente com as suas respostas! Espero que você continue sendo um ótimo Global Mod por aqui, e quem sabe, mais brasileiros comecem a se juntar no universo do Mugen, seja criando ou caçando personagens e cenários para distribuir, como é o caso do Mugen Archive.

Enfim, algum comentário final para se despedir?


LEFT: Antes de mais nada quero agradecer a oportunidade, fiquei lisonjeado. Nunca fui entrevistado antes kkk é muito bom saber que o tempo gasto aqui não está sendo em vão. Fico feliz que há quem se importe, de verdade. Smile

Acho que gostaria de utilizar esse final, também, para convidar todos a conhecerem a Mugen Archive, e se juntar à única comunidade que se preocupa, realmente, em preservar todos os conteúdos já disponibilizados para Mugen. Tem algo que não temos? Compartilhe! Membros que participam ganham privilégios como limite maior de uploads, remoção de ad.fly, entre outras regalias. Quer participar mas não sabe onde encontrar arquivos que não temos? Peça ajuda a um mod (pode ser eu mesmo). Tenho uma lista gigantesca de itens pra subir, ajuda é sempre bem recebida Very Happy. Estamos sempre de portas abertas ^^

Também queria fazer um breve comentário sobre um assunto delicado. É comum recebermos algumas críticas referentes a distribuição de alguns conteúdos que os criadores não desejam disponibilizar aqui, sim, mas lhe pergunto...Algum site avisa quando vai sair do ar? Algum maker avisa que é hora de fazer backup porque vai abandonar o Mugen? Algum link do mediafire, sendspace, etc diz quando vai expirar? Não! E é nossa responsabilidade ter o backup de tudo isto! É uma missão quase infinita, que gera até certo desconforto em outros fóruns, mas é justo e digno. E sempre, sempre mesmo, precisamos de mais mãos, quanto maior a ajuda, melhor! Então, se você que está lendo tiver tempo livre e gostar de colecionar, entre em contato pois será muito bem vindo!


O Link, novamente: [url=mugenarchive.com/]Mugen Archive.[/url]






VÍDEOS INACREDITÁVEIS


E chegou a hora de vermos o que tem de melhor... Ou talvez, pior na internet em relação a vídeos de games!

O vídeo que eu trago hoje me enganou 7 anos atrás, que é de quando ele data. Seria uma suposta "fase secreta" no Super Mario World onde você ganha a laser suit.

Claro que isso é mentira, era uma hack feita no Lunar Magic, mas na época eu não sabia do que se tratava. Veja o vídeo:



Tudo bem, depois eu descobri o que era Lunar Magic e tudo se esclareceu.

Mas o pior de tudo gente... O inacreditável nessa história não é esse vídeo. É esse aqui que um cara gravou só pra provar que não existe saída nessa fase!

Olhem e... Vejam a que ponto chega algumas pessoas:




Eu até hoje não acredito que esse cara fez esse vídeo pra mostrar o óbvio!! Sério, inacreditável eu ainda dou risada vendo isso.




Enfim, espero que tenham se divertido com o programa de hoje! Boa noite e tenham bons jogos!!


Última edição por Alexandre em Qui Nov 03, 2016 2:04 pm, editado 7 vez(es)

__________________________________________________
3DS Friend Code: 1521-7908-4016


Alexandre
Rank 126 - Assassin's Creed Revelations
Rank 126 - Assassin's Creed Revelations

Mensagens : 6911
Data de inscrição : 04/05/2010
Idade : 24
Localização : Cordeiropolis, SP

Ver perfil do usuário http://smash-club.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TTA No Ar #01

Mensagem por infernosword em Qui Nov 03, 2016 1:57 am

Cara, ficou muito legal esse conteúdo, matérias e entrevista show de bola, li tudo e adorei! Por favor, continue! S2

Agora, sério mesmo Alexandre? CQC? Cara, numa boa, deixa de ser careta.
Primeiro, esse programa já perdeu a graça há décadas, inclusive essa porra já acabou. Segundo, você está plastificando um conteúdo tão legal em uma coisa tão chata como essa forma de apresentar estilo Marcelo Tas, e tão nada a ver com games que fica até meio infantilóide. Tudo bem, você quer ter um formato, então crie um. Faz um "bomba da semana" pro jogo que você vai falar mal, faz um bloco "entrevista especial", sei lá, inventa. Você tá associando o teu trabalho original e de qualidade com um programa tosco e ultrapassado. Qual é o seu próximo passo? Fazer uma escolinha do professor tutorial? Video Game Show? Isso aqui é a internet, cara! É o que fazemos pra fugir daquele vômito pré-digerido que é a TV aberta. É o que fazemos pra fugir da realidade rede globo de televisão. Terceiro, aquele zero1 é uma merda. É a união perfeita de dois mundos que eu "adoro": youtuber e desinformantes bobo alegre de games. Aquilo vai dar traço de audiência e sempre será um fracasso. Não queira começar a achar que aquilo é que é legal, por favor. Quem está na vanguarda do assunto é a gente, não esses bunda mole. Quarto, olhe pra tua história! Mais de cinco anos nesse fórum, mais trocentos no blog. Aliás, já é recorrente essa mania de associar o teu trabalho a coisas ruins, diga-se de passagem. Quinto, eu deixo pro pofexor Luxemburgo o meu encerramento: "Porra mulek, 24 ano na cara, atleta meu tem que ter tejão pra joga nessa porra, tem que tá com a pika apontada pro chéééu, porra! Já comeu alguém com a pika mole, porraaaaaaaa?" XDDDD Abraços.

__________________________________________________
Peace to the mountain, girl I'm gonna go go.

infernosword
Rank 108 - Silent Hill Homecoming
Rank 108 - Silent Hill Homecoming

Mensagens : 6033
Data de inscrição : 05/05/2010
Idade : 26
Localização : flying not yet quite the notion

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TTA No Ar #01

Mensagem por Alexandre em Qui Nov 03, 2016 2:03 am

infernosword escreveu:Cara, ficou muito legal esse conteúdo, matérias e entrevista show de bola, li tudo e adorei! Por favor, continue! S2

Agora, sério mesmo Alexandre? CQC? Cara, numa boa, deixa de ser careta.
Primeiro, esse programa já perdeu a graça há décadas, inclusive essa porra já acabou. Segundo, você está plastificando um conteúdo tão legal em uma coisa tão chata como essa forma de apresentar estilo Marcelo Tas, e tão nada a ver com games que fica até meio infantilóide. Tudo bem, você quer ter um formato, então crie um. Faz um "bomba da semana" pro jogo que você vai falar mal, faz um bloco "entrevista especial", sei lá, inventa. Você tá associando o teu trabalho original e de qualidade com um programa tosco e ultrapassado. Qual é o seu próximo passo? Fazer uma escolinha do professor tutorial? Video Game Show? Isso aqui é a internet, cara! É o que fazemos pra fugir daquele vômito pré-digerido que é a TV aberta. É o que fazemos pra fugir da realidade rede globo de televisão. Terceiro, aquele zero1 é uma merda. É a união perfeita de dois mundos que eu "adoro": youtuber e desinformantes bobo alegre de games. Aquilo vai dar traço de audiência e sempre será um fracasso. Não queira começar a achar que aquilo é que é legal, por favor. Quem está na vanguarda do assunto é a gente, não esses bunda mole. Quarto, olhe pra tua história! Mais de cinco anos nesse fórum, mais trocentos no blog. Aliás, já é recorrente essa mania de associar o teu trabalho a coisas ruins, diga-se de passagem. Quinto, eu deixo pro pofexor Luxemburgo o meu encerramento: "Porra mulek, 24 ano na cara, atleta meu tem que ter tejão pra joga nessa porra, tem que tá com a pika apontada pro chéééu, porra! Já comeu alguém com a pika mole, porraaaaaaaa?" XDDDD Abraços.

Tá, a intenção era ser besta mesmo, então a gente troca o nome. xD

TTA No Ar soa melhor.

Mudei o nome dos quadros, exceto o Documento da Semana porque nem sempre vai ser entrevistas e o nome combinou mesmo.

__________________________________________________
3DS Friend Code: 1521-7908-4016


Alexandre
Rank 126 - Assassin's Creed Revelations
Rank 126 - Assassin's Creed Revelations

Mensagens : 6911
Data de inscrição : 04/05/2010
Idade : 24
Localização : Cordeiropolis, SP

Ver perfil do usuário http://smash-club.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TTA No Ar #01

Mensagem por Convidado em Qui Nov 03, 2016 9:45 am

[Obs: quando eu li já estava no formato atual de TTA No Ar]

Cara, que sensacional isso! Ideia maravilhosa que tu teve Ale. Logo de cara já gostei: "quinze minutos na Globo? Eu posso fazer melhor". Isso aí, essa é a pegada.

Conteúdo de extrema qualidade, e veio em excelente hora, pois não tô achando coisa interessante de games pra ler em praticamente site nenhum (todos resolveram focar em notícias e expectativas agora, ninguém mais faz um troço crítico, ou original, ou criativo, ou diferente, salvo alguns blogs quase mortos). Ficou muito bom, espero realmente que tu continue, mantenha a frequência porque isso aqui vai se tornar um dos carros chefe do nosso fórum e vamos sempre aguardar pelo dia da semana em que você postar esse quadro XD

Agora sobre os assuntos. Quanto ao No Man's Sky, eu não fui pego pelo hype. Desde quando a proposta do jogo veio à público, o que me surpreendeu no jogo foi a ambição técnica que ele queria ter, mas eu nunca achei que isso fosse ser divertido. Talvez porque eu prefira jogos com começo-meio-e-fim, e não esses de ficar explorando e sobrevivendo sem motivo (a não ser quando isso faz parte do começo-meio-e-fim). O jogo vir sem diversão até não me surpreendeu, o que me chamou a atenção foram os ports ruins e a mentira que o game foi como um todo, entregando um produto totalmente diferente do prometido.

Sobre o Mugen: adorei essa entrevista, uma das melhores, senão a melhor, que já li na internet. Longa, tu fez sem pressa, com perguntas interessantes e que a gente quer saber, e ao meu ver não deixou nenhum ponto de fora. Eu realmente achava que Mugen tinha morrido, inclusive ano passado quando resolvi mexer um pouco pela nostalgia (ali por 2009-2010 eu brincava bastante com a ferramenta) achei um monte de sites com coisa offline e links do Megaupload (sim, o antigão, laranja) e isso me fez pensar que o Mugen tinha morrido, e que só uns dois três gato pingado ainda lidavam e criavam no troço. Realmente, gostei muito de saber de tudo isso que o Left disse. E o cara é muito gente fina mesmo.

Quanto aos vídeos: se eu visse esse da Laser Suit há uns anos atrás antes de conhecer o Lunar Magic, eu ia acreditar mesmo. Tem muita cara de real.

Enfim, é isso. Obrigado pelo ótimo conteúdo, e não pare com essa porra XD

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TTA No Ar #01

Mensagem por infernosword em Sex Nov 04, 2016 1:36 am

Foi mal aí, Ale. Eu peguei um pouco pesado. Desculpa. Eu estava um pouco nervoso porque eu quebrei o meu celular ontem, somado a algumas merdas que rolaram ao longo da semana na minha vida e não deveria ter me colocado da forma que eu me coloquei sobre o texto, afinal o trabalho é seu e eu não deveria ter dado palpite algum.
Eu queria dizer que o conteúdo é muito legal, se aproxima muito daquela ideia de revista que a gente queria fazer lá no começo do fórum. Tem muita coisa legal pra ser explorada aí e eu acho que o mais interessante é esse negócio de entrevista. Seria uma boa se empenhar em tentar ao menos uma entrevista por edição, nem que seja uma entrevista sobre games com o mendigo da esquina. Acho que é o que o povo mais vai curtir! Valeu.

__________________________________________________
Peace to the mountain, girl I'm gonna go go.

infernosword
Rank 108 - Silent Hill Homecoming
Rank 108 - Silent Hill Homecoming

Mensagens : 6033
Data de inscrição : 05/05/2010
Idade : 26
Localização : flying not yet quite the notion

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TTA No Ar #01

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum