Necessidade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Necessidade

Mensagem por Willi em Qui Mar 19, 2015 12:03 am



Quando eu quero comprar uma coisa, sou pior que mulher escolhendo vestido. Vejo o item e imediatamente preciso daquilo. Em seguida, vejo um segundo item e preciso daquele também. Depois, quando descubro um terceiro item, vejo que o primeiro não me faz mais falta. No fim das contas, ainda fico sabendo de um quarto item, porém acabo comprando o segundo mesmo. Ou nem compro nada.

Influência. Fique demais na internet e passe muito tempo lendo comentários de pessoas sobre desejo ou necessidade de comprar tal coisa, e essa "energia que contagia" vai te pegar também. Logo você estará como eles, quase morrendo se não puder ter aquele artigo logo.

Pra alguns produtos, sou cético demais. Para outros, me deixo levar pelo desejo de consumo muito facilmente. Alguns exemplos:

1) Celular. Funcionando o Whatsapp e as redes sociais, além de um editorzinho de fotos pra eu zoar com a galera de vez em quando, tô tranquilo. Aquele aparelho já me basta. Passo umas raivas de vez em quando com meu Razr D1 que entra no "modo carroça" pra rolar a página do Não Salvo ou Baixaki Jogos via Chrome, dá vontade de tacar o negócio na parede e migrar pro Windows Phone de uma vez, porém, basta fechar a página e a raiva já passa. Não almejo um aparelho de mil e poucos reais porque não preciso de todo aquele poderio para as tarefas que utilizo.

2) Videogames. Diferentemente do celular, aqui estou falando da minha diversão, e não de uma ferramenta de conectividade. E com artigos relacionados à nossa diversão, acho que todos nós somos mais "moles" e nos deixamos levar com maior facilidade. Bem, eu posso dizer que "era" assim. Aos poucos, estou conseguindo ser cético neste setor tal como sempre fui com celulares, e querer para mim apenas a plataforma que satisfaça à mim, às minhas condições e aos meus desejos, e não mais que isso. Tal como o celular.

Quanto mais contato você tem com algo que te diverte, mais aquilo te domina. Domina seus pensamentos, domina seu raciocínio, domina suas decisões. "Preciso ter todos os consoles", disse você gamer até completar o ensino médio. Atenção ao "preciso", muito diferente do quero. "Acho que vou ficar com esse que já é suficiente pra mim", disse você gamer que tem mais o que fazer. Estuda, trabalha, anyway, como diria o nosso saudoso colega Lukas.

Acho que passar a jogar apenas nos fins de semana, em função dos estudos, foi algo que me ajudou a ficar mais cético na questão da aquisição de videogames e seus apetrechos (jogos, controles, tranqueiras em geral). Minha atenção, que era 100% voltada aos games, passou a ser dividida com outras coisas, coisas que para minha vida, são mais importantes. Você que só joga, eu sei, dói ter que ler essa frase. Incomoda. Quando o Infernosword disse uma vez, "A vida não é só jogar videogame", também doeu em mim. Mas essa dor passa, fique tranquilo.

E quando sua vida deixa de ser apenas jogar videogame, você fica mais cético, mais seletivo no que você precisa nessa área. Não o que você quer, mas o que você precisa. Seu tempo disponível não é mais o mesmo, de modo que o que te restou dele passa a ser melhor valorizado, e essa valorização acarretará numa maior seletividade do conteúdo que será consumido neste tempo. Que parágrafo incômodo né? Verdades ruins de ler. Mas não feche o navegador ainda, pois tenho novidades animadoras para você: esse novo mundo, essa nova fase da vida, não são as trevas! Quando a fase jovem-adulta bater na sua porta, você não passará a jogar menos, a jogar pouco. Você passará a jogar o necessário. Você não joga o necessário agora e passará a jogar menos. Você joga demais agora, e passará a jogar somente o necessário. "Eu digo, necessário, somente o necessário! O extraordinário é demais!" Youtube it.



Desde quando 2013 virou 2014, posso contar nos dedos as vezes que liguei o videogame em dia útil. "Deve ter jogado três jogos", você me diz. Não. Joguei 20. 20 jogos levados a sério, isso sem contar os que comecei e larguei por não gostar. Isso só em 2014. É uma média de 1,6 jogos por mês, e lembrando, só nos fins de semana. Com moderação, nada de começar sábado de manhã e parar só pra assistir o Fantástico. E com moderação, quase 100% em Far Cry 3, Watch Dogs, Far Cry 4 e Resident Evil 5, que são títulos com dezenas de tranqueiras a se encontrar e desbloquear. Não me senti prejudicado pela nova rotina, e inclusive joguei muito mais coisa boa do que em 2013, onde eu dispunha de todo o tempo livre do mundo. Digo que você passa muita vontade de jogar, isso sim, indiscutivelmente. Mas a progressão nos jogos, o quanto se consegue avançar, o quanto se joga no verbo propriamente dito, é a mesma coisa. Dentro do necessário e sem esbanjar. E de brinde você investe no seu futuro durante a semana. Não tem coisa melhor.



Ao me ver falar essas palavras bonitas, você deve achar que sou um CDF de carteirinha, um estudante nota 10. Mas não. Passei de ano várias vezes com recuperação, sou da turma do "meio da sala pra trás" (jeito mais bonito de dizer fundão XD), muitos me consideram preguiçoso, e eu inclusive defendo por muitas vezes atitudes que os outros consideram preguiçosas. Defendo, por exemplo, o fim de semana inteiro para lazer. A não ser que sua demanda de trabalho e estudos seja muito grande e você precise estender ela ao fim de semana para poder vencê-la, ouvirá de mim apenas repúdios sobre "estudar e trabalhar no fim de semana porque quer". O que você não fez em cinco dias, não fará em mais dois. E a revitalização que você deixará de ter com esses dois, vai refletir num cansaço e desgaste que diminuirão seu desempenho nos próximos cinco. Portanto, esqueça onde estão seus cadernos ou material de trabalho no fim de semana. Perca-os de vista, a não ser que realmente precise.

Puxando algo de que comentei lá no início do tópico, sobre como conviver na internet com pessoas que querem coisas demais faz você querer coisas demais também, há o oposto. Outra coisa que me deixou mais cético com relação a videogames foram algumas novas amizades que fiz nos últimos tempos, amigos que, assim como o Alexandre, admiram não a 770 que roda o Watch Dogs no Ultra, mas a 550 que aguenta ele no High. Em outras palavras, admiram o pouco que consegue fazer muito, ao invés de babarem pelo muito que faz muito. Admiradores da boa otimização, falando de PC. Em consoles, o pessoal que pegou GTA V para PS4, sentou pra trás, disse "que lindo" e foi jogar, sem reparar em delays de renderização, quantia de frames ou bugs. Pessoal interessado na real essência da coisa, a diversão do jogar, e não a parte técnica na qual todo mundo insiste em fiscalizar hoje em dia. Essa gente precisa de um hardware de ponta, com SLI de não sei quantas placas e resolução astronômica? Não. O suficiente para divertir já é o bastante.



Fazendo uma análise do equipamento que possuo aqui. Meu monitor não é HD. "Putz, preciso ter um monitor HD!". Não, eu não preciso. Não jogo nenhum game atual nele, e mesmo que jogasse, não estou interessado se o jogo fica em 720p, 1080p ou quanto for, estando bonito na minha tela, ótimo! Então mesmo que eu jogasse nele, esses 1440x900 já me são o suficiente. Meu notebook não tem placa de vídeo. Preciso de um que tenha? Não! Para as tarefas que faço nele, ele já me serve muito bem. Quando vou jogar algo, são só emuladores de PS1 pra baixo ou joguinhos leves, e raramente um Left 4 Dead 2, então o poderio gráfico da Intel HD Graphics 3000 que ele tem já é o suficiente pra mim. Meus videogames. Eu estou em condições de comprar um jogo de 200 reais todo mês? Não estou. Eu estou em condições de comprar um console da nova geração? Até sim, se for importado do Paraguai, mas tenho outras coisas mais importantes para investir antes do console. O console novo tem uma quantidade significativa de jogos que eu queira? Por enquanto não. O meu videogame atual me diverte, me satisfaz e ainda possui uma variedade de opções de títulos que podem me divertir por um bom tempo, sejam eles lançamentos ou títulos já pertencentes à biblioteca da plataforma? Sim! Então eu preciso de um PS4 agora? Não! Porque minha plataforma atual já é mais do que o suficiente!



Entendem onde eu quero chegar com esse raciocínio? Fazer uma análise daquilo que você tem com relação àquilo que você realmente precisa. Encontrar o mais dentro do menos. Tomar toda a Coca que está no seu copo antes de encher de novo. Quase ninguém faz isso hoje em dia. É mais fácil querer as coisas que não se tem e não valorizar o que se tem. Mas quem sabe valorizar o que tem é muito mais feliz do que quem não valoriza o que tem e está sempre querendo isso ou aquilo. Essa vem sendo a essência dos meus textos há muito tempo. O texto sobre gráficos que fiz recentemente, a lista de títulos que ainda vão ser lançados para as plataformas da sétima geração, a Escrita Livre, ou mesmo aquele texto que fiz no Point uma vez sobre a aquisição de um roteador só para acessar a PSN, o qual decidi não comprar pois vi que não precisava daquilo (claro que hoje tenho um roteador, mas para a utilidade de distribuir Wi-Fi pela casa toda em vista dos gadgets móveis que temos hoje em dia, muito diferente de adquirir um só para acessar a PSN, como era a intenção na época).

Finalizando com a citação de uma frase de um amigo, certa vez o Alexandre disse algo que foi um banho de água fria com choque e tudo à lá Nazaré Style: "Se não posso fazer um upgrade no meu PC agora, não significa que eu nunca vou fazê-lo!". Que frase bonita. O mundo dos games não consiste apenas no lançamento da última semana. Menos euforia e mais análise, por favor. Sejamos mais sensatos com nossas escolhas. Querer todos queremos, mas vamos aproveitar melhor o que temos?


Última edição por Willi em Sex Mar 20, 2015 4:12 pm, editado 1 vez(es)

__________________________________________________
Intel Core i5 4440 3.10 GHz | EVGA GTX 660 FTW ACX 2GB GDDR5 | MSI B85M-E45 Military Class 4 | RAM Corsair Vengeance 1x8 GB 1600 MHz | HD Seagate 1TB 7200 RPM | Corsair CX500M | Gabinete Cougar Archon + RGB LEDs | Windows 10 PRO 64-bits | Monitor LG 23MP55HQ-P 1080p 60 Hz | Amplificador Hayonik Neo 200w RMS + Grave Auxiliar Sharp | Teclado Mtek KP-807 | Mouse Fortrek Spider | Mousepad PCYES Speed Racer 800x400mm | Cadeira Cavaletti NewNet 16003

Textos | Jogos Finalizados


Willi
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2

Mensagens : 6869
Data de inscrição : 05/05/2010
Idade : 20
Localização : Maravilha, SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Necessidade

Mensagem por infernosword em Qui Mar 19, 2015 2:09 am

Acho muito bacana esses textos mais pessoais, muito melhores do que aqueles voltados a julgar as pessoas e seus hábitos. Uma coisa que eu refleti agora é que eu tenho feito muitos textos sobre os mais variados assuntos, muito porque eu gosto de falar sobre tudo, mas eu ainda não me acertei quando o assunto é videogame. Não sei se é porque eu sou muito técnico ou muito picareta, mas é algo que eu ainda não consegui render aqui do jeito que eu queria. Vou trabalhar mais nessa linha. Ótimo texto, Willi.

__________________________________________________
E.T., opinião, telefone.

infernosword
Rank 106 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots
Rank 106 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots

Mensagens : 5939
Data de inscrição : 05/05/2010
Idade : 25
Localização : flying not yet quite the notion

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Necessidade

Mensagem por Alexandre em Qui Mar 19, 2015 4:10 pm

Willi escreveu: Outra coisa que me deixou mais cético com relação a videogames foram algumas novas amizades que fiz nos últimos tempos, amigos que, assim como o Alexandre, admiram não a 770 que roda o Watch Dogs no Ultra, mas a 550 que aguenta ele no High.

Willi escreveu:Finalizando com a citação de uma frase de um amigo, certa vez o Alexandre disse algo que foi um banho de água fria com choque e tudo à lá Nazaré Style: "Se não posso fazer um upgrade no meu PC agora, não significa que eu nunca vou fazê-lo!". Que frase bonita.

Sad

Sério, você não tem ideia de como eu me senti lendo isso. Eu sei que de vez em quando eu posso falar bobagem, mas saber que às vezes eu consigo ajudar alguém dessa forma mesmo sem perceber me deixa muito feliz! Obrigado, Willi. Obrigado.

---------------------------------------------------------------------------------------------

Sobre o assunto do tópico, eu tenho algumas experiências.

Lembro que quando estava no ensino médio, meu maior sonho era jogar alguns títulos do Wii. Eu queria muito, muito mesmo jogar Super Smash Bros. Brawl, Sonic and the Black Knight, New Super Mario Bros. Wii, etc. Ficava até pensando nesses jogos enquanto pegava o ônibus da escola. Mas não podia jogá-los, porque um Wii era caro demais naquela época (E na cidade onde eu moro era quase impossível achar) e meu PC tinha o bom e velho Celeron D e nenhuma placa de vídeo.

Lembro que quando foi anunciado o Sonic Colors, eu fiquei de queixo caído. Entrava todo dia no saudoso Sonic Zone Forum (Sinto falta do povo de lá, do fórum em si nem tanto) e via o pessoal postando screenshots das fases, dos mapas, trailers... E na época eu pensava: "Um dia eu vou jogar esse jogo!"

E vejamos hoje... Super Smash Bros. Brawl eu joguei até enjoar, zerei o Sonic and the Black Knight duas vezes, já joguei New Super Mario Bros. Wii até em Co-op, e Sonic Colors eu já até tentei ganhar S em todas as fases... Não consegui, hehe.

Às vezes eu entro nos fóruns da Telltale pra ver se saiu alguma notícia dos novos episódios. De vez em quando alguém reclama da demora, e então outro usuário chega lá e tenta acalmá-lo dizendo: "Coisas boas vêm pra quem pode esperar" (Good things come to those who can wait). Tá, no caso da Telltale a culpa pode ser mesmo deles por deixar a gente tanto tempo sem notícias, mas a frase em si pode fazer sentido.

Acho que de vez em quando a gente é que tem que dar o passo inicial pra conseguir algo que quer, afinal esperar pra sempre não vai fazer as coisas caírem do céu. Devemos agir quando tivermos a oportunidade, afinal quando uma chance escapa, a outra pode demorar muito. Mas não podemos agir como se ela nunca fosse aparecer. Enquanto isso, podemos aproveitar o que já temos.

No meu caso, eu estou no aguardo do Street Fighter V. Vou esperar até a Capcom mostrar os requisitos de sistema. Se eu puder rodá-lo, beleza, vou jogar. Mas se não puder, não vou me obrigar a fazer um upgrade no meu PC como se SFV fosse o único jogo de luta a me divertir (Sendo que ainda nem joguei). Meu PC pode rodar o Ultra SF IV de boa, e poxa, até o Advanced V.G.2 de PS1 me diverte quando jogo.

Enfim, espero que o que eu falei aqui fez algum sentido xD. Adorei o texto, Willi. Eu sei que de vez em quando vai surgir um trailer de algum exclusivo que vai nos deixar de boca aberta, mas o segredo é ter o controle. Não é o jogo que vai te controlar, é a gente que tem que controlar os jogos.

__________________________________________________

Alexandre
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2

Mensagens : 6855
Data de inscrição : 04/05/2010
Idade : 24
Localização : Cordeiropolis, SP

Ver perfil do usuário http://smash-club.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Necessidade

Mensagem por Willi em Sex Mar 20, 2015 3:29 pm

infernosword escreveu:Acho muito bacana esses textos mais pessoais, muito melhores do que aqueles voltados a julgar as pessoas e seus hábitos. Uma coisa que eu refleti agora é que eu tenho feito muitos textos sobre os mais variados assuntos, muito porque eu gosto de falar sobre tudo, mas eu ainda não me acertei quando o assunto é videogame. Não sei se é porque eu sou muito técnico ou muito picareta, mas é algo que eu ainda não consegui render aqui do jeito que eu queria. Vou trabalhar mais nessa linha. Ótimo texto, Willi.
Valeu Inf! Já eu sou o oposto, escrevo muito sobre games enquanto que meros parágrafos sobre outros assuntos são uma vitória. Política, geografia, notícias, eu sou um pato pra sequer tecer uma opinião que vá além de "baaaah, legal!" ou "baaah, que merda!". Tô realmente curioso pra ler um texto seu sobre games, acho que nunca li um. Faça pra nós, vamos gostar! Very Happy

Alexandre escreveu:Sério, você não tem ideia de como eu me senti lendo isso. Eu sei que de vez em quando eu posso falar bobagem, mas saber que às vezes eu consigo ajudar alguém dessa forma mesmo sem perceber me deixa muito feliz! Obrigado, Willi. Obrigado.
Que é isso, por nada Ale! Eu aprendo muita coisa contigo, com todos os meus amigos, sejam eles aqui do fórum ou aqui de fora! Sem saber, vocês me ensinam muita coisa. Muitas opiniões de vocês não são absorvidas por mim apenas como opiniões, mas como ensinamentos, os quais uso para educar minha personalidade e caráter, bem como formar minhas próprias opiniões! E o legal é que esse mundo dos games e dos gamers tem muitas lições que a gente pode aprender e depois usar em todas as coisas! Lições de querer, precisar, esperar, se conformar, não se conformar, maneiras de tratar e lidar com o outro, vish! Gamers discutindo e conversando aprendem muita coisa juntos! Eu é que deixo meu muito obrigado a ti e a todos, vocês me ajudam demais!

Alexandre escreveu:
Spoiler:
Lembro que quando estava no ensino médio, meu maior sonho era jogar alguns títulos do Wii. Eu queria muito, muito mesmo jogar Super Smash Bros. Brawl, Sonic and the Black Knight, New Super Mario Bros. Wii, etc. Ficava até pensando nesses jogos enquanto pegava o ônibus da escola. Mas não podia jogá-los, porque um Wii era caro demais naquela época (E na cidade onde eu moro era quase impossível achar) e meu PC tinha o bom e velho Celeron D e nenhuma placa de vídeo.

Lembro que quando foi anunciado o Sonic Colors, eu fiquei de queixo caído. Entrava todo dia no saudoso Sonic Zone Forum (Sinto falta do povo de lá, do fórum em si nem tanto) e via o pessoal postando screenshots das fases, dos mapas, trailers... E na época eu pensava: "Um dia eu vou jogar esse jogo!"

E vejamos hoje... Super Smash Bros. Brawl eu joguei até enjoar, zerei o Sonic and the Black Knight duas vezes, já joguei New Super Mario Bros. Wii até em Co-op, e Sonic Colors eu já até tentei ganhar S em todas as fases... Não consegui, hehe.

Às vezes eu entro nos fóruns da Telltale pra ver se saiu alguma notícia dos novos episódios. De vez em quando alguém reclama da demora, e então outro usuário chega lá e tenta acalmá-lo dizendo: "Coisas boas vêm pra quem pode esperar" (Good things come to those who can wait). Tá, no caso da Telltale a culpa pode ser mesmo deles por deixar a gente tanto tempo sem notícias, mas a frase em si pode fazer sentido.

Acho que de vez em quando a gente é que tem que dar o passo inicial pra conseguir algo que quer, afinal esperar pra sempre não vai fazer as coisas caírem do céu. Devemos agir quando tivermos a oportunidade, afinal quando uma chance escapa, a outra pode demorar muito. Mas não podemos agir como se ela nunca fosse aparecer. Enquanto isso, podemos aproveitar o que já temos.

No meu caso, eu estou no aguardo do Street Fighter V. Vou esperar até a Capcom mostrar os requisitos de sistema. Se eu puder rodá-lo, beleza, vou jogar. Mas se não puder, não vou me obrigar a fazer um upgrade no meu PC como se SFV fosse o único jogo de luta a me divertir (Sendo que ainda nem joguei). Meu PC pode rodar o Ultra SF IV de boa, e poxa, até o Advanced V.G.2 de PS1 me diverte quando jogo.

Enfim, espero que o que eu falei aqui fez algum sentido xD. Adorei o texto, Willi. Eu sei que de vez em quando vai surgir um trailer de algum exclusivo que vai nos deixar de boca aberta, mas o segredo é ter o controle. Não é o jogo que vai te controlar, é a gente que tem que controlar os jogos.
Bem isso que você falou! Nós é que temos que controlar os jogos! Quanto filho birrento que briga com os pais que fazem tudo por eles só por não ganharem o último lançamento logo que lança? Apenas um exemplo, isso pode acontecer com qualquer coisa, celular, ingresso de filme, brinquedo, enfim. E depois que consegue-se o produto, a diversão vem, vai e depois fica a nostalgia. Não devemos ter pressa. E o pior são as pessoas que passam uma vida sem entender isso. Sorte a nossa termos a maturidade mental para mantermos o controle da situação. Exceto em trailers de games que aguardamos muito, aí não dá pra querer lol!

__________________________________________________
Intel Core i5 4440 3.10 GHz | EVGA GTX 660 FTW ACX 2GB GDDR5 | MSI B85M-E45 Military Class 4 | RAM Corsair Vengeance 1x8 GB 1600 MHz | HD Seagate 1TB 7200 RPM | Corsair CX500M | Gabinete Cougar Archon + RGB LEDs | Windows 10 PRO 64-bits | Monitor LG 23MP55HQ-P 1080p 60 Hz | Amplificador Hayonik Neo 200w RMS + Grave Auxiliar Sharp | Teclado Mtek KP-807 | Mouse Fortrek Spider | Mousepad PCYES Speed Racer 800x400mm | Cadeira Cavaletti NewNet 16003

Textos | Jogos Finalizados


Willi
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2

Mensagens : 6869
Data de inscrição : 05/05/2010
Idade : 20
Localização : Maravilha, SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Necessidade

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 3:45 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum