Os Hackers!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Os Hackers!

Mensagem por infernosword em Dom Dez 07, 2014 6:12 am

Ah-há! Não se preocupem, não fomos invadidos. Mas eu estava com muita vontade de escrever um texto às 3h da manhã e faz tempo que eu queria falar sobre um assunto que transcende um pouco os habituais rock e videogame aqui do fórum. Vou falar um pouquinho (um pouquinho mesmo) sobre um assunto que muito me interessa: Hackers.

Definições:
Parágrafo didático clichê: Mas afinal, o que ou quem são hackers?

Isso depende:
Segundo a clássica definição da grande mídia (mas que está caindo em desuso por ela mesma) é a de que hacker é sinônimo de criminoso digital. Um pouco pelo desconhecimento, pela simplificação de definições ou ainda pelo ditado jornalístico Bad news = Good news tornou-se prática comum entre os jornalistas a chamar de hacker o culpado por um "site X ser invadido". Isso tornou o termo maligno, ou seja: ser hacker passou a ser um criminoso. O problema dessa definição é que os hackers não são criminosos. Entenda:
Segundo a clássica definição da... bem... internet*, hacker é uma pessoa que faz algo de uma forma diferenciada, elegante, sublime ou ainda maluca (minha preferida). Se podemos chamar assim, o "hackerismo" é uma filosofia de vida: é ter curiosidade para pesquisar, tentar, descobrir, aprimorar e não acreditar na primeira coisa que te dizem, especialmente quando é um "especialista" quem está dizendo. É ver com seus próprios olhos. É a paixão pela customização. É o do-it-yourself em seu estado mais cristalino. É a fuga para liberdade. E isso abre uma série de possibilidades.
Note que em nenhum momento eu uso termos de informática e afins. Isso tem um motivo. De maneira simples, você pode ser hacker em qualquer área do conhecimento humano. E até mais abrangente. Vou dar um exemplo: Em 2003, num quarto (ou kvartira como nós chamávamos nosso lar XD), um brilhante matemático russo chamado Grigori Perelman, entre ratos e restos de comida de seu imundo habitat, resolveu um dos sete problemas do Prêmio Millenium: A conjectura de Poincaré (problema que é difícil de entender só a pergunta, imagine a solução!), desbancando meio mundo científico (incluindo o todo-poderoso MIT). Isso é um exemplo puro de um hacker da matemática: com pouquíssimos recursos e sem cerimônia, o doutor resolveu um problema que a humanidade vinha tentando solucionar desde sua proposta, em 1900. Outro caso hacker, dessa vez em diversas áreas, e que talvez tenha até mudado o rumo de muitas coisas, foi o (também russo) projeto RDS-1, que eu vou deixar por conta da curiosidade de vocês XD.

Cibercrime
Certo, então posso ser um hacker da medicina, da jardinagem ou da pescaria. Logo isso vale para a informática, correto?
Corretíssimo. Porém com uma ressalva. Foi na informática, mais precisamente na área de Segurança da Informação que o termo hacker teve todo o seu esplendor. Mapear, explorar, confundir, bugar, glitchear e desativar sistemas de segurança sempre foram trabalhos comuns nessa área, que estuda e desenvolve esse tipo de conhecimento. E isso é bom, pois faz com que se desenvolvam tecnologias cada vez mais seguras e que garantam a viabilidade de uma série de serviços. Isso todo o técnico em segurança sabe; e boa parte faz. Mas os hackers estão à frente de tudo isso. São eles quem desenvolvem, testam e aprimoram essas técnicas que depois, mais tarde, o grande público passa a utilizar. É basicamente o conceito acima aplicado à sua área de atuação. O problema é que existem pessoas mal intencionadas em qualquer setor da sociedade e entre hackers isso não seria diferente. E isso pode gerar uma série de infortúnios, dependendo da perseverança do(s) sujeito(s). São os cibercriminosos também conhecidos como...

Crackers
Conhecimento é poder e o conhecimento é maravilhoso. Mas desperta (em todos nós) desejos e muitos deles não são dos mais éticos.
Numa mesa com dois brigadeiros, você vê e logo pensa: Vou pegar os dois. Mas uma criança birrenta também quer esse doce e não para de puxar o vestido da mãe para que ela pegue o brigadeiro. Até uma hora em que a mãe se irrita e manda a criança ir pastar e essa, ultrajada, vai atrás do seu brigadeiro por conta própria. Você pensa: "bem minha mãe não está aqui, aquela outra criança é uma chata do cacete e ele tem bem mais dinheiro do que eu, ele pode muito bem pedir para a mamaezinha dele comprar um brigadeiro 18 vezes maior... eu ainda não comi nenhum brigadeiro... bem que eu podia faturar os dois, já que eu vi primeiro!" A situação piora ainda mais, porque a outra criança chega e vai botando a mão NOS DOIS. Você pensa rápido, vê que a criança é gananciosa e, quase que por espontaneidade diz: "Nossa, você viu que dentro daquele freezer (aqueles frezzers horizontais, que o pessoal usa nos churrascos) a [dona da festa] tirou altos brigadeiros? Ela falou que não era pra ninguém mexer, mas agora ela tá lá do outro lado do parque jogando vôlei... eu acho que eu vou..." Então a criança, sem olhar pra você, larga os dois brigadeiros onde estavam e corre para pegar uma caixa e ter altura suficiente para abrir o frezzer. Bem, eu não preciso dizer quem ficou com dois brigadeiros e quem ficou com um pernil congelado e meia dúzia de latas de Skol (se essa criança tivesse 16 anos, me agradeceria, com certeza XD). Depois da "fuga", o resto, meus amigos, é história...
Bem, a pessoa que fez isso, roubar doce de criança, com certeza não é uma pessoa de bem, muito menos ética XD Deve ser eleitora da Dilma, só pode XD
Mas o que acontece aqui é um caso em que uma certa pessoa usou de um conceito conhecido como Engenharia Social, onde ela não precisou fazer o trabalho sujo (como usar da violência física) para resolver um problema pessoal. A pessoa foi (em até certo ponto) elegante ao jogar com os defeitos de caráter da criança (e talvez até ter ensinado alguma coisa a ela) e conseguiu faturar dois doces. A vitória nem sempre é doce, mas a jornada é um brigadeiro. XD
Os cracker são indivíduos que se deixaram levar pelo poder que esse conhecimento trás. E ao invés de dominar (o que eles aparentemente acham que fazer) eles acabam sendo dominados por esse tipo de coisa. Amigos, roubar se torna um vício. E no mundo digital, o reincidente se torna rotina. Roubo de informações, de fotos, extorsão (extorsão + anonimato + paypal = cagada), e crimes ainda mais bárbaros acontecem e algumas pessoas estão dispostas a fazerem de tudo pra que isso ocorra.
Bandido digital, terrorista dos teclados ou seja lá o que a Record inventar. A essas pessoas, usa-se a denominação cracker.  Na teoria, porque na pratica, só fala cracker jornalista pagando de bonzão ou técnicos que usam camisa pólo com gravata borboleta, canetas no bolso e óculos fundo de garrafa. Nós mesmos da área somos um pouco culpados pela difamação do termo hacker. É que ficar pagando de intelectual falando cracker pega mal pra quem é descolado como eu.

Os chapeludos
Há ainda uma nomenclatura um pouco mais maneira para quem é do meio. Black hat, Grey hat e White hat são, respectivamente, o mal intencionado, o meio termo e o anjo. Creio que foi inventada para se afastar um pouco dos genéricos hacker e cracker, mas não tenho certeza (me faltam pesquisa nessas horas). Já li que os black hats invadem e roubam, os grey invadem e cobram para documentar e arrumar e os white simplesmente ajudam a arrumar a falha de um sistema (muitas vezes são contratados).
Sinceramente, eu nunca vi um bom exemplo de white hat. E também creio nunca ter visto um completo black hat em toda a sua maldade. Acaba que #todosSomosGreyHat, como tudo na vida. "(...) É a escolha de seguir com o bem, sem saber direito o que é o mal! (...)" como cantou Detonautas em "O Bem e o Mal".

E os Anonymous?
Anonymous é como uma ideologia, uma ideia, um modo de agir, pensar e refletir a política de modo geral. De como governar e como ser governado. É um movimento fundamentalmente apartidário (ou todomundopartidario) que visa mais poder ao povo, voz e protestos, além de lutas contra leis abusivas, espionagem e direitos autorais na internet. Apesar de alguns protestos terem sidos feitos via internet, os Anonymous tem bem menos a ver com hackear sites do que vocês imaginam: a maioria dos ataques da época de alta do movimento são de autoria do LulzSecurity e outros grupos, ou ainda, de individuais (como aconteceu aqui no Brasil). Contudo, qualquer um pode se dizer um Anonymous. Aí aconteceu essa parada de que "os Anonymous tá cheio de hacker". Mas isso não é verdade.

Você pode ser um hacker e nem saiba disso
Todos nós temos coisas que fazemos bem. Já pensou em ser chamado de hacker só por fazer enxertos de plantas? Enfim, acho que a ideia do texto foi passada. Deixo ainda um exercício pra quem quiser pensar no assunto, pesquisar, descobrir coisas novas, filosofar ou quem sabe, se tornar um hacker XD


Para refletir
Não existem respostas corretas e você não precisa nem responder. Mas, de acordo com a sua ética e seu entendimento do texto, quem dessas figura se encaixa em qual categoria? E por quê?

- George Hotz (jailbreak do iPhone e PS3)
- Sabu (suposto fundador do LulzSec e desertor do Anonymous)
- Bill Gates (dono da Microsoft)
- Edward Snowden (ex-analista da NSA)
- Grigori Perelman (Conjectura de Poincaré)
- Lula (ex-presidente do Brasil)
- Shigeru Myamoto (game designer da Nintendo)
- Inri Cristo (suposto messias)


*A origem do termo é incerta. Historicamente atribui-se aos jovens (e não tão jovens) curiosos que buscavam seu caminho para dentro de salas de computadores e servidores, lá nos tempos da onça, nos EUA e Europa. Essas salas normalmente eram protegidas por cadeados; esses intrusos usavam machados para cortar os cadeados e adentrarem nos recintos. Naquele tempo ainda não haviam computadores pessoais e esses caras queriam ter contato com essa tecnologia, só pra ver o que estava rolando por lá. O ato de cortar algo com um machado é, em inglês, definido pelo termo "to hack". É interessante que na maiorias dos eventos voltados aos hackers, sempre está presente uma seção de lockpicking.

__________________________________________________
E.T., opinião, telefone.

infernosword
Rank 106 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots
Rank 106 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots

Mensagens : 5945
Data de inscrição : 05/05/2010
Idade : 25
Localização : flying not yet quite the notion

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Hackers!

Mensagem por Eder em Seg Dez 08, 2014 11:40 am

Gostei do texto.
Sinto que esse exemplo do brigadeiro é baseado em fatos reais xD
Enfim, respondendo a reflexão:

infernosword escreveu:
- George Hotz (jailbreak do iPhone e PS3)
- Sabu (suposto fundador do LulzSec e desertor do Anonymous)
- Bill Gates (dono da Microsoft)
- Edward Snowden (ex-analista da NSA)
- Grigori Perelman (Conjectura de Poincaré)
- Lula (ex-presidente do Brasil)
- Shigeru Myamoto (game designer da Nintendo)
- Inri Cristo (suposto messias)

e, faltou esse aqui:
- Infernosword (membro do fórum The Triforce Alliance) xD

São todos chapeludos cinzas, porque:

infernosword escreveu:Acaba que #todosSomosGreyHat, como tudo na vida.

Eder
Rank 76 - Sonic Heroes
Rank 76 - Sonic Heroes

Mensagens : 4431
Data de inscrição : 11/05/2010
Idade : 25
Localização : Araucária - PR

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Hackers!

Mensagem por infernosword em Seg Dez 08, 2014 9:03 pm

Muito bem, muito bem! Só não entendi a parte do brigadeiro XD

__________________________________________________
E.T., opinião, telefone.

infernosword
Rank 106 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots
Rank 106 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots

Mensagens : 5945
Data de inscrição : 05/05/2010
Idade : 25
Localização : flying not yet quite the notion

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Hackers!

Mensagem por J. Marlon em Ter Dez 09, 2014 1:45 am

Interessante.

J. Marlon
Rank 22 - Donkey Kong Country
Rank 22 - Donkey Kong Country

Mensagens : 1728
Data de inscrição : 04/09/2011
Idade : 22
Localização : Maranguape - CE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Hackers!

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 8:16 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum