Minha opinião sobre as técnicas "não convencionais" e o Firehop do Mario Kart 8

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Minha opinião sobre as técnicas "não convencionais" e o Firehop do Mario Kart 8

Mensagem por infernosword em Dom Jun 08, 2014 1:44 am

Vou dar um pouco de atenção a esse fórum. Eu tenho comentado pouco nesses dois últimos meses, e quando o fiz, foram mensagens curtas. O trabalho tem me cançado um pouco e o tempo que eu tenho no computador, eu tenho gasto praticamente todo estudando, sobretudo programação. Não deu para mostrar minha coleção. Não deu para terminar as minhas "entrevistas". Não deu para terminar a fic. Deu pra escutar alguns CDs, mas não fazer a resenha deles. Deu tempo de formatar meu PC (agora Linux 24/7 praticamente). Vou ter que assistir a copa. Enfim... chega de bobagem.

Técnicas "não convencionais" são como eu costumo chamar as técnicas que são uma mudança em como algo dentro do jogo é feito, uma nova estratégia, um novo estilo de jogo, ou mesmo um novo movimento, mas que não são necessariamente hacks (que utilizam modificação não permitida nos jogos) ou glitches (movimentos que se utilizam de bugs para obter algum tipo de vantagem ou comportamento não padrão dos jogos). É muito difícil definir uma técnica por palavras (eu tive que inventar termos para poder explicá-las a eu mesmo, inclusive :-) ), mas muito fácil de demonstrá-las e acredito aqui que, se eu der exmplos, ficará tudo mais tranquilo. OK não entendi porra nenhuma que você falou... mas vamos lá.

1- Meu exemplo favorito: Mario Strikers Charged (Wii):

Mario Strikers é um jogo que eu gosto muito. E me divirto muito também. É um jogo muito fácil de jogar e difícil de "masterizar". O jogo é muito simples, porque é só ir fazendo jogadinhas, passar a bola, chutar e marcar. Com mais tempo você pega o timing dos itens e dos especiais de cada personagem (Crystal Smash, uma técnica convencional (mais ou menos) que praticamente só eu usava, que o diga).  Porém o PC estraga o jogo, com sua IA robótica. Ela faz com que o jogo te vença com relativa facilidade, não importa o quanto você treine. E dá aquela sensação de ĵogo roubado" quando você perde e de "jogo sangrado" quando você ganha. Foram muitas lavadas, até que um dia:


Me lembro uma vez de jogar online com Vibastos. Ele jogou no estilo convencional e eu joguei no estilo sujo. É incrível o esforço que quem joga limpo tem que fazer para acompanhar o jogo de alguém que usa as tricks. Gols inesperados do meio de campo, jogadas "impossíveis", defesas vazadas que pareciam fáceis para o goleiro... Só para ilustrar, vejam o que fizeram com um jogo que era só passes e chutes...

2- Super Smash Bros Melee (Gamecube):

No alto da minha Meleecência eu era foda. Já tinha derrotado quase todos da minha cidade, ganho todas as insignias de ginásio e ainda tinha um amigo que, em duplas, eramos invencíveis. Enfim, eu já fui um rockstar do Melee (e o único Fox player da minha cidade, já começa por aí). O fato é que eu só não participei de campeonatos formais porque eu não tinha internet e consequentemente, não sabia onde rolava nada. Eu estava ilhado naquela cidadezinha a lá Willi's Inferno. Mas tudo bem, eu me sentia o máximo. Já ninguém mais gostava de jogar comigo (hahahah), e logo em seguida eu adquiri um PC...
Passaram alguns anos e me mudei, ainda gostava do jogo e jogava, esporadicamente (inclusive, quem vier aqui em casa vai ser convidado para uma partida, mesmo eu hoje sendo um lutador velho e gordo). Comecei a pesquisar sobre o jogo na minha recém adquirida internet (enquanto baixava coisas do eMule e falava por MSN com os amigos). Foi assim que conheci o Smash Club, diga-se de passagem. Mas isso tudo era jogo convencional:


Falar o que, eu tive que reaprender a jogar, só isso.

3- Starcraft II: Wings of Liberty (PC):

Starcraft II é legal até você pegar um Korea na ladder, não importa qual seja a tua qualificação. O fato é que não existe um jeito convencional de jogar Starcraft, e sempre quando alguma build ou estratégia está se estabilizando como "padrão", lá vem um asiático e inventa um novo tipo de estratégia que fode tudo. Aí a Blizzard lança um patch. Esse é basicamente o ciclo do jogo. Para o texto não ficar muito extenso, não vou citar casos específicos nem me aprofundar muito, mas se você se interessou no assunto, pesquise sobre o Starcraft e verá como o assunto é complexo. Eu uso o Starcraft como exemplo para citar a falha, porque isso ocorre com frequência no jogo, logo, ficará bem perceptível todo o desenrolar do caso.

Senhoras e senhores, o firehopping:
O firehopping é uma técnica descoberta recentemente no Mario Kart 8. Ela basicamente consiste em pular como louco depois de um turbo, para que ele dure mais. Tirem suas próprias conclusões (os World Recods estão todos usando a técnica).


O que eu acho sobre o assunto? Se eu acho justo ou se acho que a desenvolvedora deve patchear? Se todos podem aprender, passa a ser justo, correto?
Depende do game. E depende da técnica também. Mas mais do game. Se o game está realmente bem competitivo e uma falha dessas acontece, todo um processo de adaptação acontece no jogo e isso não é necessariamente bom, pois o game vira outro. Algumas vezes deixam o jogo injusto, em casos extremos, mas frequentes. É mais ou menos o que aconteceu na passagem do Melee para o Brawl, onde quase todas as técnicas foram mudadas e mesmo assim, o jogo não ficou equilibrado, né dona Nintendo?
Em outros casos, acontece algo realmente maravilhoso, algo que eu pessoalmente fico de cara: sabe aquele personagem ignorado por você e por todos os seus amigos, aquele lixão que não solta poder nenhum, naquele jogo em que a Nintendo produtora não fez nenhum esforço para deixar equilibrado? Então, um japonês descobre uma estratégia e faz dela um estilo único de jogo que reequilibra todo o jogo! Isso é maravilhoso, isso é jogar videogame como macho.
Sobre o firehopping é o seguinte: ela foi descoberta muito recentemente, num jogo recente, então deverá ser incorporada no estilo de jogo naturalmente. Eu pessoalmente acho que todos tem capacidade de aprender e acho que a "falha" não deveria ser patcheada (e nem acho que vai, conhecendo a Nintendo XD).  Então tratem de firehoppiar piazada! Por favor, deixem os comentários do twitter aqui, porque esse é um assunto que eu gostaria de saber a opinião de vocês!

__________________________________________________
E.T., opinião, telefone.

infernosword
Rank 106 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots
Rank 106 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots

Mensagens : 5939
Data de inscrição : 05/05/2010
Idade : 25
Localização : flying not yet quite the notion

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha opinião sobre as técnicas "não convencionais" e o Firehop do Mario Kart 8

Mensagem por Vibastos em Dom Jun 08, 2014 1:48 am

Huahuahauha, bons tempos de Mario Strikers!

Sobre técnicas não convencionais eu não vejo problema, mas tem umas que são irritantes pra caralho, tipo o K-Style do GunZ.

Vibastos
Rank 4 - The Legend of Zelda
Rank 4 - The Legend of Zelda

Mensagens : 833
Data de inscrição : 31/05/2013
Idade : 18
Localização : Quem mando tu olhar aqui Willi?

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha opinião sobre as técnicas "não convencionais" e o Firehop do Mario Kart 8

Mensagem por infernosword em Dom Jun 08, 2014 1:51 am

Nossa, comentário relâmpago! Sim, cara, jogar de KS, lembra? Virou modinha, todo mundo jogava e tinha sala onde só podia jogar de KS. Eu não gostava.

__________________________________________________
E.T., opinião, telefone.

infernosword
Rank 106 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots
Rank 106 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots

Mensagens : 5939
Data de inscrição : 05/05/2010
Idade : 25
Localização : flying not yet quite the notion

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha opinião sobre as técnicas "não convencionais" e o Firehop do Mario Kart 8

Mensagem por J. Marlon em Dom Jun 08, 2014 2:38 am

Wow, tópico lindo, mestre! Li tudinho.

J. Marlon
Rank 22 - Donkey Kong Country
Rank 22 - Donkey Kong Country

Mensagens : 1725
Data de inscrição : 04/09/2011
Idade : 22
Localização : Maranguape - CE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha opinião sobre as técnicas "não convencionais" e o Firehop do Mario Kart 8

Mensagem por infernosword em Dom Jun 08, 2014 2:41 am

Sério, até agora eu não consegui gostar do que eu escrevi, sinceramente. Foi uma masturbação mental do cão, mas fazer o que... foi sincero, pelo menos. Quem conhecer mais algum exemplo, por favor poste aí!

__________________________________________________
E.T., opinião, telefone.

infernosword
Rank 106 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots
Rank 106 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots

Mensagens : 5939
Data de inscrição : 05/05/2010
Idade : 25
Localização : flying not yet quite the notion

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha opinião sobre as técnicas "não convencionais" e o Firehop do Mario Kart 8

Mensagem por J. Marlon em Dom Jun 08, 2014 2:53 am

Pessoalmente, achei que ficou muito bom. A escrita ficou legal; você pegou alguns "termos técnicos" e os explicou, não apenas os colocou ali esperando que todo mundo fosse saber do que se tratam. Além disso, apesar de ser uma opinião, pode-se dizer que esse tópico traz um "conteúdo com um nível de complexidade" cada vez mais raro, pelo menos em português. Foi por isso que gostei muito do que li.

J. Marlon
Rank 22 - Donkey Kong Country
Rank 22 - Donkey Kong Country

Mensagens : 1725
Data de inscrição : 04/09/2011
Idade : 22
Localização : Maranguape - CE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha opinião sobre as técnicas "não convencionais" e o Firehop do Mario Kart 8

Mensagem por infernosword em Dom Jun 08, 2014 4:33 am

Que legal cara, muito obrigado! Vou tentar seguir esse "padrão" de conteúdo, sempre prezei por esse tipo de coisa e esse fórum sempre me permitiu isso. Valeu mesmo.

__________________________________________________
E.T., opinião, telefone.

infernosword
Rank 106 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots
Rank 106 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots

Mensagens : 5939
Data de inscrição : 05/05/2010
Idade : 25
Localização : flying not yet quite the notion

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha opinião sobre as técnicas "não convencionais" e o Firehop do Mario Kart 8

Mensagem por Willi em Dom Jun 08, 2014 10:12 pm

Concordo com o Marlon, tópicos assim fazem falta hoje em dia no cenário BR, e são sempre muito interessantes! Adorei ter lido, ficou bom demais!

Eu também preciso dar um pouco mais de atenção a esse fórum que eu tanto gosto. Caprichar mais nas respostas e produzir tópicos mais significativos. Cagar um "kkkkkkkkkk" vou deixar pro Facebook.

Cara, aí está um problemão de hoje em dia, o acesso a muitos games a hora que quisermos, por meio do download. A gente não masteriza mais nada, ou quase nada. Ao invés, vai no YouTube ver qual versão tem gráfico melhor, ou em comentários de sites "profissionais" pra ver nego se xingando porque tal console roda X jogo a mais FPS e não sei o quê. E esquecemos propriamente de... jogar! Depois que meu HD externo onde eu tinha meus jogos de PS3 baixados deu pau, e eu fui baixando-os todos de novo, comecei a reparar em como joguei muito, mas joguei pouco. Joguei muitos games, porém pouco cada um deles. No máximo completei a campanha uma vez, fiz algumas sides e brinquei de novo alguma vez após zerar (salvo Batman Arkham City, Sonic Generations, Rayman Origins e Assassin's Creed 2, que fiz tudo que dava pra fazer). Aquela pressa de jogar o próximo jogo, e você nem aproveita direito o atual. Bem o contrário de quando eu tinha o videogame bloqueado e tinha que comprar os jogos, nem vou citar o Resident Evil 5 zerado em todas as dificuldades. Já baixei tudo de novo, sim, mas agora estou me policiando. Me peguei refletindo ontem: "Se estou gostando tanto do Far Cry 3, porque estou querendo trocar? Vou fazer tudo nele, horas! Campanha, side quests, coletáveis, vou fazer tudo!" E nessas a gente acaba descobrindo essas técnicas que você descreveu Inf, que não são glitches nem cheats, são só habilidades disponíveis no jogo que só os machos conseguem fazer!

Na minha opinião, deve-se patchear quando é hack. Quando é coisa do jogo, o cara sabe fazer por mérito, não devem ir lá e tirar do game. Até porque, até a 6ª geração não tínhamos internet nos videogames (não me venham falar das tralhas que faziam o videogame se conectar ou dos dez jogos de Play 2 que têm online, não, até a 6ª geração NÃO tínhamos internet nos consoles) e formava-se jogadores machos. Não que nem hoje em dia, "mimimi não gostei do final", aí vai lá produtora e faz um patch com 32 finais diferentes pro Mass Effect 3, para lá, muita viadagem. Quem não gostava de jogar contigo, que aprendesse a jogar melhor então. E quem dera se no meu Willi's Inferno tivesse jogadores de Game Cube, lá naquele cu era só futebol no PS2.

Falando então das técnicas em si, posso citar o exemplo do Super Mario World. Ele é um jogo no qual a dificuldade cresce no level design em si, e não no controle do personagem. Você controla o personagem de acordo com o que a fase "pede" a você, mas é basicamente a mesma coisa: correr, pular, pular girando, e atacar quando possível. Esse cenário já muda nas hacks Kaizo, onde a insanidade dos criadores o coloca em situações onde, realmente, se você não conhecer (ou aprender) além do mamão-com-açúcar de se jogar Super Mario World, você não passa. Um exemplo é quando existe um longo corredor onde só cabe o Mario pequeno, mas você precisa passar com ele grande, pois mais adiante na fase você vai precisar levar um hit para prosseguir, e se estiver pequeno morrerá. Como atravessar aquele corredor então? Bem, primeiramente você deve se abaixar e então pular. O Mario vai pular abaixado. Agora, deve "encaixar" o Mario abaixado no corredor. Então, uma vez com ele ali, segurar o botão de correr, o direcional para frente, e então pular num ritmo frenético. Com isso você consegue "socar" o Mario corredor adentro e passar. Não tem muitas situações assim no jogo original, por isso eu gostei tanto das hacks Kaizos: as situações impostas por elas te fazem ir além do controle do Super Mario como Super Mario. Elas levam você a descobrir e precisar de uma infinidade de possibilidades que existem no jogo original mas você nem sabia porque nunca precisou delas.

Ultimate Mortal Kombat 3 também é um jogaço de se masterizar. O jogo é recheado de tudo: secretos, glitches, bugs, easter eggs, táticas, estratégias, nossa, é um prato cheio. Um jogo de luta com uma complexidade por trás daqueles socos e chutes à qual jamais vi outro game do gênero possuir. Um exemplo foi aquela vez que eu entendi como o oponente responde ao teleport do Scorpion, e consegui traduzir isso à jogabilidade. Sempre que eu usava o teleport, movimento no qual o Scorpion some pela extremidade da tela atrás dele e aparece do outro lado da tela socando o oponente, este último defendia o golpe, e no segundo em que o Scorpion "quica" no ar por causa da defesa, o oponente aplica um uppercut. Era um inferno, porque eu não conseguia usar teleport sem tomar uppercut na sequência. Até que entendi como funcionava essa defesa + uppercut do oponente: é a resposta automática e pré definida para esse movimento. Quando eu usava, eu iniciava meu ataque com esse especial. Como o computador não está ocupado processando ação nenhuma minha, ele executa uma defesa contra esse meu movimento. Mas se eu estiver combando, ou fazer um ataque simples e emendar com o teleport, aí vai funcionar, pois o computador ainda estará reagindo à minha ação anterior, não dando tempo de processar a resposta ao teleport. Nossa, depois que a gente faz esse tipo de leitura, ficamos ferras mesmo!

__________________________________________________
Intel Core i5 4440 3.10 GHz | EVGA GTX 660 FTW ACX 2GB GDDR5 | MSI B85M-E45 Military Class 4 | RAM Corsair Vengeance 1x8 GB 1600 MHz | HD Seagate 1TB 7200 RPM | Corsair CX500M | Gabinete Cougar Archon + RGB LEDs | Windows 10 PRO 64-bits | Monitor LG 23MP55HQ-P 1080p 60 Hz | Amplificador Hayonik Neo 200w RMS + Grave Auxiliar Sharp | Teclado Mtek KP-807 | Mouse Fortrek Spider | Mousepad PCYES Speed Racer 800x400mm | Cadeira Cavaletti NewNet 16003

Textos | Jogos Finalizados


Willi
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2

Mensagens : 6871
Data de inscrição : 05/05/2010
Idade : 20
Localização : Maravilha, SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha opinião sobre as técnicas "não convencionais" e o Firehop do Mario Kart 8

Mensagem por Vibastos em Seg Jun 09, 2014 1:04 am

Po, se contar jogos assim eu posso dizer que "masterizei" Resident Evil 4, zerei em todas as dificuldades, liberei todas as armas/roupas, joguei todas as versões (do GC até o Celular que é a mesma coisa que o zeebo), conheço os glitches dele como a palma da minha mão e se quiser zero ele em 3 horas ou menos, posso dizer que foi o jogo que eu mais zerei na minha vida.

Sobre jogos de luta o único que eu me dediquei foi o DBZ Budokai Tenkaichi 3, que eu sabia praticamente todos os combos.

Vibastos
Rank 4 - The Legend of Zelda
Rank 4 - The Legend of Zelda

Mensagens : 833
Data de inscrição : 31/05/2013
Idade : 18
Localização : Quem mando tu olhar aqui Willi?

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha opinião sobre as técnicas "não convencionais" e o Firehop do Mario Kart 8

Mensagem por Alexandre em Seg Jun 09, 2014 1:22 am

Se eu entendi bem, acho que posso dizer que masterizei o Donkey Kong Country 3. Aprendi quase tudo nesse jogo sozinho, exceto o helicóptero, que foi um amigo que me ensinou. Eu ia citar o Yoshi's Island, em que fiz 100% sozinho (E é algo muito difícil), mas fui jogar novamente esses dias, e notei que esqueci a posição da maioria dos itens.

Sobre games atuais, eu simplesmente não consigo pensar em fazer 100% em jogos mundo aberto. Estou jogando Far Cry 3 e já descartei a idéia de pegar todos os itens e missões. Vou fazer só a campanha principal, e pra mim já basta.

A trilogia Spyro de PS1 eu simplesmente adorei. Pegar todos os itens nas fases é muito divertido e gratificante. Na certa vou acabar masterizando. Talvez não o Spyro 2, que foi o que eu menos curti.

Killer Instinct do SNES. Pode parecer um jogo difícil, mas se você aprender os combos dá pra derrotar qualquer personagem, por mais apelão que seja. Eu aprendi todos os golpes do Fulgore, e quase sempre vencia meus colegas de rua.

Sobre a parada do firehop, não tem motivo pra corrigir, pois é algo que está ao alcance de todos e pode ser aprendido.

Falando nisso, lembro que tinha um bug no Top Gear do SNES em que se você bate na barra que segura a linha de chegada na última volta, você fica em 1º e 2º lugar ao mesmo tempo, ganhando todos os pontos. Aprendi sozinho também. Se fosse hoje em dia, certamente pediriam para corrigir, já que provavelmente reclamariam disso nas disputas online.

__________________________________________________

Alexandre
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2

Mensagens : 6856
Data de inscrição : 04/05/2010
Idade : 24
Localização : Cordeiropolis, SP

Ver perfil do usuário http://smash-club.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha opinião sobre as técnicas "não convencionais" e o Firehop do Mario Kart 8

Mensagem por Willi em Seg Jun 09, 2014 2:00 am

Bah Vi, o DBZ Budokai Tenkaichi 3 é um saco de jogar com quem sabe, minha nossa, quando meus amigos resolvem jogar aquilo eu não consigo nem me mexer direito. Puta jogo chato! XD

E eu vi com meus próprios como o Ale é craque no DKC3, a cada fase eu me surpreendia. Confesso que eu fiz um esforço pra lembrar de jogos em que eu tenha descoberto algo, e só me vieram à mente o UMK3 e os Kaizo Marios. Eu não sou muito de descobrir coisas nos jogos, não sei se é porque talvez eu jogue meio desatento, ou porque não ouse tentar o diferente, não sei dizer ao certo, mas raramente descubro algo e quando ocorre, é por acidente. Jogo os jogos mais do jeito normal mesmo. Adoro quando descubro algo, mas raramente acontece.

__________________________________________________
Intel Core i5 4440 3.10 GHz | EVGA GTX 660 FTW ACX 2GB GDDR5 | MSI B85M-E45 Military Class 4 | RAM Corsair Vengeance 1x8 GB 1600 MHz | HD Seagate 1TB 7200 RPM | Corsair CX500M | Gabinete Cougar Archon + RGB LEDs | Windows 10 PRO 64-bits | Monitor LG 23MP55HQ-P 1080p 60 Hz | Amplificador Hayonik Neo 200w RMS + Grave Auxiliar Sharp | Teclado Mtek KP-807 | Mouse Fortrek Spider | Mousepad PCYES Speed Racer 800x400mm | Cadeira Cavaletti NewNet 16003

Textos | Jogos Finalizados


Willi
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2

Mensagens : 6871
Data de inscrição : 05/05/2010
Idade : 20
Localização : Maravilha, SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha opinião sobre as técnicas "não convencionais" e o Firehop do Mario Kart 8

Mensagem por Eder em Seg Jun 09, 2014 11:27 am

Não conhecia o firehop (o povo é rápido para descobrir essas coisas xD). Vou testar mais tarde, mas, só pelo vídeo, não vi muita diferença no tempo do turbo.
Também não vejo como algo prejudicial, que precise de patch. Mas, se reclamarem nas partidas online, é capaz da Nintendo corrigir, tal como fizeram com os bugs/glitches do Mario Kart 7, em que era possível cortar metade do caminho da pista Maka Wuhu.

Willi escreveu:Eu não sou muito de descobrir coisas nos jogos, não sei se é porque talvez eu jogue meio desatento, ou porque não ouse tentar o diferente, não sei dizer ao certo, mas raramente descubro algo e quando ocorre, é por acidente. Jogo os jogos mais do jeito normal mesmo. Adoro quando descubro algo, mas raramente acontece.

[2]

Eder
Rank 76 - Sonic Heroes
Rank 76 - Sonic Heroes

Mensagens : 4419
Data de inscrição : 11/05/2010
Idade : 25
Localização : Araucária - PR

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha opinião sobre as técnicas "não convencionais" e o Firehop do Mario Kart 8

Mensagem por infernosword em Seg Jun 09, 2014 8:42 pm

Vibastos escreveu:Po, se contar jogos assim eu posso dizer que "masterizei" Resident Evil 4, zerei em todas as dificuldades, liberei todas as armas/roupas, joguei todas as versões (do GC até o Celular que é a mesma coisa que o zeebo), conheço os glitches dele como a palma da minha mão e se quiser zero ele em 3 horas ou menos, posso dizer que foi o jogo que eu mais zerei na minha vida.

Sobre jogos de luta o único que eu me dediquei foi o DBZ Budokai Tenkaichi 3, que eu sabia praticamente todos os combos.

Você já é deus nesse jogo! Eu me lembro de uma vez eu ter ido todo felizão te contar que eu tinha pego a Chicago Typewriter...

__________________________________________________
E.T., opinião, telefone.

infernosword
Rank 106 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots
Rank 106 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots

Mensagens : 5939
Data de inscrição : 05/05/2010
Idade : 25
Localização : flying not yet quite the notion

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha opinião sobre as técnicas "não convencionais" e o Firehop do Mario Kart 8

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 6:07 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum