Trilogia Mega Man X (SNES)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Trilogia Mega Man X (SNES)

Mensagem por Alexandre em Qua Abr 16, 2014 11:16 pm

A franquia Mega Man teve sua estréia no Nintendo NES, com 6 jogos estrelando o robô azul que se tornaria talvez o maior mascote da empresa.

Quando a série migrou para o SNES, a Capcom resolveu dar uma bela repaginada no personagem e no enredo. O jogo ganhou uma temática mais séria e menos colorida, porém manteve suas principais características.



MEGA MAN X (1993)




Mega Man X se passa no ano de 21XX. O Dr. Light revela que estava trabalhando em um novo robô que teria a habilidade de pensar. O mesmo poderia ser extremamente perigoso, ou também poderia trazer esperança para o futuro. Porém, ele não viveria o bastante para ver sua criação despertar. Com isso, o mesmo foi deixado em uma cápsula, e acabou sendo encontrado pelo Dr. Cain.

X acaba se aliando a Zero, que é um robô que foi criado pelo Dr. Wily, principal inimigo da série original. Supostamente, a missão de Zero era destruir X, e vice-versa, pra vocês verem a volta que o mundo deu. X se comunica com Dr. Light através de cápsulas, onde o mesmo recebe seus upgrades. Porém, Zero não sabe quem é seu criador.

A jogabilidade de Mega Man X segue o estilo apresentado a partir de Mega Man 4 para NES. O robô azul pode pular, atirar, carregar seu tiro, e deslizar. Além disso, há uma novidade: Agora ele também pode escalar paredes e deslizar por elas. Algumas outras características foram mantidas: X pode atirar enquando sobe escadas, morre se encostar em espinhos, e captura armas dos chefes derrotados.

O jogo consiste de uma fase prólogo, seguida por 8 fases selecionáveis, cada uma com um chefe específico, e as 4 últimas fases ocorrem no castelo de Sigma, o vilão principal da série, que substitui o Dr. Wily.

Assim como na franquia original, X recebe uma nova arma ao derrotar um chefe. Cada chefe possui uma arma que é sua fraqueza. Uma curiosidade: Os chefes da franquia original são humanóides, como Ice Man, Fire Man, Napalm Man e Wave Man. Porém, na série X, os chefes são animais, como Chill Penguin, Storm Eagle, e Overdrive Ostrich.

No início do jogo, X não pode deslizar. Para isso é necessário conseguir um upgrade nas cápsulas do Dr. Light, que ficam escondidas nas fases. São quatro no total, e um secreto. Há também os Heart Tanks que aumentam a capacidade máxima de vida, e os Sub-Tanks que armazenam vida pra você usar quando estiver em situação crítica. São 8 Heart Tanks e 4 Sub-Tanks no total.

Mega Man X foi extremamente bem recebido, e se tornou um clássico de plataforma para SNES.




MEGA MAN X2 (1994)



Mega Man X2 se passa alguns meses após X vencer Sigma pela primeira vez. Agora, os inimigos principais são conhecidos como X-Hunters, e se escondem em uma base secreta. São três: Serges, Agile e Violen. O jogo segue o mesmo estilo de seu antecessor: Há um prólogo, 8 robôs a serem derrotados, e 5 fases que ocorrem na base X-Hunter.

Em relação a jogabilidade, agora X pode deslizar já no começo do game, sem precisar de upgrade. Porém, as outras habilidades que você consegue no game anterior não continuam.

O mesmo sistema de encontrar 8 Heart Tanks e 4 Sub-Tanks continuam. A maior novidade está numa missão opcional onde você precisa derrotar Agile, Serges e Violen durante as fases. Se você conseguir, você ganha as partes do Zero, que foi destruído no game anterior. Caso consiga, há uma cutscene diferente na fase final.

Em aspectos técnicos, o jogo está muito mais bonito que seu antecessor, porém sofre muito mais com slowdowns. O motivo é o seguinte: X2 faz uso de efeitos especiais incomuns no SNES. O maior exemplo está na batlha final, onde a última forma de Sigma é formada por efeitos 3D. Isso faz com que a batalha sofra de uma lentidão terrível em alguns momentos.

Mega Man X2 foi muito bem recebido, e alguns o consideram o melhor da franquia. Porém, seu impacto foi bem menor, já que muitos o consideram como "mais do mesmo".



Mega Man X3 (1995)



Mega Man X3 começa quando a cidade está sendo atacada por novos vilões. X e Zero partem para derrotá-los, porém, no caminho, X é atacado por Mac, que traiu os Maverick Hunters, e agora se aliou a forças inimigas. Zero consegue salvar X, e os dois partem para derrotar a nova ameaça, que na verdade já é bem conhecida por eles.

Novamente, a franquia repete a fórmula: Um prólogo, seguido por 8 fases, e o castelo de Sigma no final. A maior novidade está na presença de Zero como personagem jogável. Porém, infelizmente, ainda não foi dessa vez que ele ganhou um papel principal: Zero só pode ser usado uma vez por fase, não pode lutar contra chefes, não coleta upgrades, e se você morrer com ele, não poderá mais chamá-lo até o fim do jogo. Zero só se tornaria protagonista a partir do Mega Man X4.

Não tem muito o que falar de Mega Man X3. A essência do game é a mesma dois dois anteriores. Você coleta os mesmos Heart Tanks e Sub-Tanks pelas fases. Uma das poucas novidades é a presença de itens que você usa para se equipar em tanques especiais pelo caminho. Cada um tem uma habilidade, como planar, disparar mísseis, ou funcionar na água.

Esse é o primeiro jogo da série que possui finais alternativos, sendo um bom e um ruim. Isso vai depender se você perdeu Zero ou não na fase de Sigma.

Mega Man X3 foi bem recebido, porém recebeu algumas críticas pelo fato de, mais uma vez, a Capcom repetir a fórmula de X1 e X2. Algumas pessoas chegam a considerá-lo como o game que deu início ao declínio da série X. Eu particularmente discordo.

__________________________________________________

Alexandre
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2

Mensagens : 6860
Data de inscrição : 04/05/2010
Idade : 24
Localização : Cordeiropolis, SP

Ver perfil do usuário http://smash-club.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum