Squarimension S2 - E1

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Squarimension S2 - E1

Mensagem por Alexandre em Sab Ago 13, 2011 1:11 am

Primeiro episódio da Segunda Temporada:

Spoiler:


TEMPORADA 02 - EPISÓDIO 01: O RETORNO DA ESFERA DIMENSIONAL



SALA DE ESTAR, 8:00 DA MANHÃ



Simon assistia TV na sala de estar, quando Diego entrou trazendo uma enorme pilha de papéis.


DIEGO: Simon, você podia me ajudar com essa papelada?
SIMON: Eu tô ocupado! Tá passando um filme sobre dragões e cavaleiros.
DIEGO: Você já não assistiu esse filme semana passada?
SIMON: Assisti, mas dessa vez é legendado. Sabe como é, a dublagem ficou uma droga.


Diego pegou o controle remoto na mesa e desligou a televisão.


SIMON: Ei, tava chegando na minha parte favorita! O guerreiro mestre ia falar: "Now, my partners... We will fight to the death!"
DIEGO: Pare com isso e venha me ajudar a arquivar esses papéis.
SIMON: Ok my lord... I will sacrifice myself to help you...



LABORATÓRIO, 8:05 DA MANHÃ


Simon e Diego separaram os papeis em duas pilhas menores, enquanto guardavam cada um deles em sua respectiva gaveta.


SIMON: Onde vai a ficha "Projetos abandonados"?
DIEGO: Coloca na gaveta de "Arquivo Morto". Acho que é a mesma coisa...


De repente, Simon observou um papel que lhe chamou a atenção. Nele havia o desenho de uma máquina que Simon parecia conhecer.


SIMON: Ei... Esse papel...


Simon pegou o papel e conheceu na hora: Era a mesma máquina que Larry o mostrou. Foi ela quem criou a esfera que abriu o portal que trouxe Simon para a outra dimensão.


DIEGO: Eu acho que nunca vou entender as máquinas que Larry constrói...
SIMON: Diego, isso... Essa máquina! Aqui diz como construir a máquina que faz a esfera dimensional!
DIEGO: Jura? Deixe-me ver!


Nesse momento, Larry entrou no laboratório.


LARRY: Ei, vocês dois! Rápido com isso! Ainda tenho algumas coisas pra fazer no laboratório.
DIEGO: Ah sim, já estamos acabando!


Sem ninguém perceber, Simon dobrou o papel que estava vendo e guardou no bolso da calça.

SIMON: É rapidinho, Larry!
LARRY: Ok... Terminem isso e me avisem.
DIEGO: Pode deixar.


Simon e Diego continuaram o trabalho.



QUARTO DO SIMON, 9:30 DA NOITE.



Simon passou boa parte do dia analisando o papel que ensinava como fazer a máquina que cria a esfera dimensional.


SIMON: É isso... É com essa máquina que eu vou voltar pra casa... Eu gosto muito de viver aqui... Mas pode ser a única chance
que eu vou ter de voltar ao Brasil...


Simon guardou o papel no bolso. Em seguida, abriu lentamente a porta de seu quarto, e sem fazer barulho, entrou no laboratório
de Larry.

SIMON: Espero que todos os ingredientes estejam aqui... Vejamos.


Simon procurou no laboratório e encontrou o que queria: A máquina que cria a esfera dimensional. Porém estava desativada e
desligada.


SIMON: Perfeito! Agora só preciso seguir as ordens desse papel para ligá-la novamente! Que Deus me ajude...


Simon pegou todas as ferramentas que conseguiu encontrar, analisou o papel e começou o trabalho. Durante mais de meia hora, dedicou-se a restaurar a máquina dimensional.


LABORATÓRIO, 10:30 DA NOITE.



SIMON: Será que é só isso...? Eu consegui...?


A máquina não estava diferente por fora, mas Simon modificou quase tudo por dentro. Simon pegou as tomadas da máquina.


SIMON: Ligando isso na eletricidade... Eu vou saber se deu certo ou não... É hora da verdade!


Simon encaixou as 3 tomadas que a máquina usava na parede. Em seguida, a máquina emitiu uma leve luz azul.


SIMON: O que eu faço agora...? É só esperar? Ah, é mesmo!


Simon apertou alguns botões da máquina, e em seguida acionou a alavanca principal.


SIMON: Agora sim... Vejamos o que acontece.



Simon aguardou alguns segundos, quando notou que a máquina começou a fazer um leve ruído. Em seguida, uma esfera começou a surgir na máquina.


SIMON: É isso...


Após cerca de 15 segundos, a máquina parou, e a esfera estava lá, bem na frente de Simon. Simon a pegou.


SIMON: Se bem me lembro... Larry disse que para ativá-la é necessário arremessá-la... E ele a jogou pela janela, onde meu
avião atravessou o portal... Então se eu jogar a esfera aqui mesmo... Eu posso atravessar o portal! Faz sentido!


Simon se concentrou na esfera. Em seguida, com bastante força, a tacou na parede do laboratório. A esfera causou uma enorme onda de choque ao colidir com a parede, jogando Simon para trás e derrubando alguns frascos que estavam sobre as mesas.


Simon bateu a cabeça na parede levemente, e caiu no chão. Em seguida, abriu os olhos e olhou para o resultado de seu trabalho.


SIMON: ...O quê é isso?


Ao olhar para o local onde arremessou a esfera, Simon não viu nenhum portal. Ao invés disso, haviam duas pessoas paradas. Uma
garota de longos cabelos roxos e olhos azuis, e um garoto de cabelo cinza espetado, e olhos pretos.


SIMON: Quem... Quem são vocês?


Os dois não responderam, mas pareceram bem confusos. Simon se levantou e caminhou até eles.


SIMON: Bem, eu não sei direito o que aconteceu, mas...


Nesse momento, a garota estendeu sua mão para Simon, e liberou uma descarga elétrica, que o atingiu em cheio, derrubando-o no chão.


SIMON: Ei... O... O que foi isso?


Simon se levantou e pegou um frasco vazio que estava na estante.


SIMON: Odeio ter que usar a força, mas nesse caso...


Simon correu em direção a eles, mas o garoto estendeu sua mão, e o frasco na mão de Simon começou a se mexer.


SIMON: E agora...?


O frasco se soltou, começou a flutuar no ar, e voltou atingindo Simon na cabeça. Simon acabou caindo no chão novamente.


SIMON: ...Alguém pode me explicar porque eu só apanho?


De repente, a porta do laboratório se abriu, e Diego, Larry e Foxy entraram.


DIEGO: Simon, nós ouvimos uma confusão aqui, e... O que é isso? Uma luta?
FOXY: Cuidado! Temos invasores!


A garota imediatamente disparou um choque contra Diego, mas o mesmo desviou imediatamente.


DIEGO: Cuidado! Eles não parecem humanos comuns!


Larry encostou na parede, parecendo pensativo.


Simon se levantou e pegou um martelo que estava entre as ferramentas que estava usando.


SIMON: Vamos ver o que acontece se eu os pego de surpresa!


Simon jogou o martelo contra o garoto, que estava de costas. Porém, ele se virou rapidamente, e o martelo parou no ar, e em
seguida caiu no chão.


SIMON: ...Impossível!


Foxy e Diego tentaram lutar contra os dois. Iniciou-se um duelo físico entre os quatro. Larry continuava pensativo, encostado
na parede. Simon ainda não sabia o que fazer.



LABORATÓRIO, 11:00 DA NOITE.



Após o fim da luta, os dois invasores foram amarrados com uma forte corda. Aparentemente, o garoto não conseguia desamarrá-la com a força do pensamento.


Finalmente, Larry saiu de sua pose de pensativo, e foi até eles.


DIEGO: Muito bem... Quem são vocês?


O primeiro a responder foi o garoto.


PSYCHO: Meu nome é Psycho, e essa é minha prima Ray...


SIMON: E, de onde foi que vocês vieram?


Larry interrompeu.

LARRY: Não precisam nem responder, eu já sei o que aconteceu aqui...


Simon teve a impressão de que ia sofrer muito verbalmente.


FOXY: E então, Larry?
LARRY: Aparentemente, um certo alguém aqui deve ter mexido na minha máquina dimensional... E conseguiu criar um portal para outra dimensão...


Diego raciocinou.


DIEGO: Se quando nós chegamos aqui só haviam eles dois e mais o Simon, então...
SIMON: Tá, eu confesso... Talvez não pode ficar pior...


A menina falou pela primeira vez.


RAY: Então, por culpa desse sujeito aí que nós viemos parar aqui?
LARRY: Exatamente! E pode ter certeza que isso vai refletir negativamente para ele!


Simon abaixou a cabeça.


LARRY: Quanto a vocês dois... Eu vou ver se consigo reverter a máquina e mandar vocês de volta.
SIMON: Espere um pouco, você pode fazer isso?


Larry olhou para Simon.


LARRY: O portal que você criou foi exatamente nesse laboratório. Pela margem de erro é muito fácil abri-lo novamente para a
dimensão desses dois. Mas no seu caso, o portal foi aberto no céu, o que dificulta as coisas. Está vendo porque é tão perigoso
abrir portais? Imagina se você trouxesse criaturas muito mais perigosas para cá?
SIMON: ...



QUARTO DO SIMON, 02:00 DA MANHÃ.



Simon não conseguia dormir. Mesmo com a repreensão de Larry, resolveu ir para o laboratório. Lá, encontrou Ray e Psycho ainda amarrados.


RAY: ...O que veio fazer aqui? Não disseram que iam nos mandar de manhã?
SIMON: Eu não consigo dormir sabendo que posso ter prejudicado vocês...
PSYCHO: Na verdade não... Eu que preciso pedir desculpas por ter te atacado... Foi algo impulsivo.


Simon se abaixou para conversar melhor.


SIMON: Me diga, você que parece mais calmo que ela... De que mundo você veio?
PSYCHO: Na verdade eu não sabia que existiam outros mundos, então não sei explicar.


Simon riu.


SIMON: Se você me contasse, então eu iria conhecer 3 mundos a partir de hoje.

Os dois se espantaram.


RAY: Então você...?


Simon se levantou e fez uma reverência.


SIMON: Eu também sei o que é cruzar um portal e ir para um mundo diferente!


Os dois se entreolharam.


PSYCHO: Simon... Esse é seu nome, não?
SIMON: Sim, Simon Justin, muito prazer!


Simon se abaixou novamente.


PSYCHO: Eu preciso te contar uma coisa... Mas por favor, ouça com atenção.
SIMON: Pode contar, eu estou aqui pra ouvir.


Psycho abaixou a cabeça.


PSYCHO: ...Eu não quero voltar pra casa!


Simon se espantou.


SIMON: Porque?
PSYCHO: Meu mundo... É uma guerra interminável.
SIMON: Desculpa, não entendi!


Ray começou a falar.


RAY: Nós dois, meu primo e eu, vivemos em um reino chamado Harksoom. Esse reino está em constante guerra com os outros. O Rei quer a dominação total do mundo. Já perdemos boa parte da nossa família em guerras intermináveis.


Ray parecia emocionada ao falar.


RAY: Meus pais acabaram mortos por uma chuva de fogo causada pelas tropas inimigas. Tivemos várias vezes que correr de uma cidade a outra para escapar da morte.
PSYCHO: Acho que você entendeu porque quando chegamos aqui nossa primeira reação foi te atacar.


Simon entendeu tudo perfeitamente.


SIMON: Sim... Vivendo em um local onde a morte te persegue a todo instante é compreensível essa reação.
PSYCHO: Nossas vidas não possuem rumo naquele mundo. Cada instante é uma luta pela vida.


Simon não sabia direito o que fazer.


PSYCHO: Simon, por favor, nos ajude...



LABORATÓRIO, 7:30 DA MANHÃ


Todos estavam reunidos no laboratório, exceto Simon.


DIEGO: Alguém viu o Simon?
FOXY: Deve estar no quarto dele.


Ray e Psycho ainda estavam amarrados.


LARRY: Muito bem, com ou sem o Simon, a máquina está pronta.


Larry apertou os botões da máquina e puxou a alavanca.


LARRY: Vamos acabar essa confusão logo.


De repente, a máquina começou a soltar faíscas.


LARRY: O.. O quê é isso?

Alguns instantes depois, ela parou totalmente.


LARRY: O... O quê aconteceu? Porque não funciona?


A voz de Simon surgiu de repente.


SIMON: Muito simples!


Simon saiu de trás da máquina segurando uma chave de fenda.


SIMON: Eu sabotei a máquina!


Larry ficou furioso.


LARRY: Seu... Seu imbecil! Sabe quanto tempo vai levar para consertá-la?
SIMON: Eu sei que não muito... Mas é que eu quero que você saiba de uma coisa...




LABORATÓRIO, 7:45 DA MANHÃ.


Simon contou toda a história de Ray e Psycho para o grupo.



SIMON: ...E isso é tudo.


Larry não sabia direito o que dizer.


LARRY: Eu admiro muito a sua ideia, Simon... Mas não sei se podemos...
SIMON: Por favor! Eles podem nos ser muito úteis!


Nesse momento, Diego começou a falar.


DIEGO: Tem espaço pra mais gente nessa base!
FOXY: Eles poderiam ficar aqui sem nenhum problema.
LARRY: ...


SIMON: Por favor, Larry!


Larry pensou um pouco.


LARRY: ...Eu não posso discutir com a maioria.


Todos ficaram animados.


SIMON: Obrigado! Eu sei que você não ia recusar!

Diego foi até Ray e Psycho e os desamarrou. Os dois finalmente puderam se levantar.


PSYCHO: Eu não sei como lhes agradecer...
DIEGO: Não precisa. Agradeça ao Simon pela "besteira" que ele fez.
SIMON: Ei!


Simon foi até os dois e os cumprimentou.


SIMON: Sejam muito bem-vindos a nossa base.


LABORATÓRIO, 11:00 DA NOITE.



Simon estava em seu quarto quando ouviu um barulho vindo do laboratório. Resolveu ir ver o que era. Ao entrar lá, notou partes
de máquinas jogadas pelo chão.


SIMON: Larry, o que está fazendo?
LARRY: Eu tomei uma decisão: Essa máquina nunca mais vai funcionar.
SIMON: ...Mas você trabalhou tanto nela...
LARRY: Eu fico muito feliz por Ray e Psycho conseguirem um lar melhor, mas não posso arriscar que essa máquina faça mais portais.


Simon entendeu, e voltou para seu quarto.


LARRY: Além do mais... Seria muito perigoso... Imagina só como seria pra nós se o Simon nos abandonasse...


ESCRITO POR ALEXANDRE.


Última edição por Alexandre em Qua Fev 15, 2012 8:17 pm, editado 4 vez(es) (Razão : O nome da fic tava escrito errado. Isso que dá acabar de escrever 1 da madrugada.)

Alexandre
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2

Mensagens : 6856
Data de inscrição : 04/05/2010
Idade : 24
Localização : Cordeiropolis, SP

Ver perfil do usuário http://smash-club.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Squarimension S2 - E1

Mensagem por Convidad em Sab Ago 13, 2011 12:25 pm

Vai ter continuação???

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Squarimension S2 - E1

Mensagem por Alexandre em Sab Ago 13, 2011 1:15 pm

Vai ter mais episódios.

__________________________________________________

Alexandre
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2
Rank 125 - Super Mario Galaxy 2

Mensagens : 6856
Data de inscrição : 04/05/2010
Idade : 24
Localização : Cordeiropolis, SP

Ver perfil do usuário http://smash-club.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Squarimension S2 - E1

Mensagem por Link-Hylian em Sab Ago 13, 2011 11:20 pm

Eba! Fiquei com medo de nao ter segunda temporada ^^
Se mais pessoas aqui fossem como o Larry, o forum teria mais paz...

Link-Hylian
Rank 47 - Resident Evil 2
Rank 47 - Resident Evil 2

Mensagens : 2998
Data de inscrição : 23/05/2011
Idade : 20

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Squarimension S2 - E1

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 9:50 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum